3 dicas do Google para dominar a arte de anunciar para a Geração Z

Conecte-se com a Geração Z através de anúncios inovadores e divertidos. Descubra três estratégias do Google para alcançar esse público

Criar anúncios que cativem a Geração Z, os jovens nascidos em meados de 1995 e 2010, é um desafio para equipes criativas atualmente.

Para serem eficazes, os anúncios precisam ser inovadores, divertidos e relevantes, conectando-se com a realidade desse público e transmitindo uma mensagem clara.

Sendo assim, o Google abordou algumas dicas essenciais para ajudar os anunciantes a criarem anúncios que realmente se conectem com a Geração Z, transformando-os em conteúdo desejado pelos jovens.

 

1. Seja culturalmente relevante

A primeira dica para criar anúncios que atraiam a Geração Z é estar sempre antenado e em tempo real.

Isso significa captar os assuntos em destaque e identificar como sua marca pode se inserir nesse contexto. Em vez de buscar apenas conversões, o objetivo deve ser iniciar conversas e engajar comunidades.

Além disso, é crucial considerar a diversidade em gênero e etnia nos anúncios, apresentando pessoas reais que se assemelham à idade do público-alvo.

Google
Imagem: Think with Google
(Fonte: GWI Custom Research)

O diálogo com o humor peculiar da Geração Z também é essencial, seja ele esquisito, natural ou fluido.

Ao criar anúncios, é importante mapear interesses e tendências culturais para produzir conteúdo que seja verdadeiramente relevante e se destaque em meio a um mar de estímulos e informações.

 


2. Pense em camadas

Ao criar anúncios direcionados à Geração Z, é fundamental considerar que tudo está em todos os lugares ao mesmo tempo.

Áudio, imagens, legendas, mensagem e memes devem transmitir a sensação de que o anúncio está conectado ao cotidiano de cada indivíduo, como se tivesse sido personalizado para eles.

De acordo com o Google, 65% dos Gen Z concordam que o conteúdo que é pessoalmente relevante para eles é significativamente mais importante do que o conteúdo sobre o qual muitas outras pessoas estão falando.

Embora seja desafiador alcançar essa personalização em uma peça de veiculação massiva, é vital para gerar conexão emocional com os jovens.

Google
Imagem: Think with Google
(Stagetext/Sapio Research)

Nesse sentido, os criadores desempenham um papel crucial, pois têm uma compreensão profunda da audiência e uma conexão direta com ela.

A chave é identificar os formatos que se espalham com fluidez e, ao mesmo tempo, atendem às necessidades do público-alvo.

 

3. Entenda qual linguagem é mais adequada

A linguagem adequada é o resultado de compreender a intenção da marca, a intenção da audiência e a intenção criativa.

No caso da Geração Z, existem territórios linguísticos que devem ser explorados para criar conteúdo no YouTube. São eles:

  • Som e fúria: vídeos que intensificam o exagero e a velocidade das redes sociais para capturar a atenção do usuário, gerando um pico de alta atenção durante o intervalo em que o conteúdo é assistido.
  • Imersão: em vez de seguir o padrão das redes sociais, esse tipo de conteúdo aposta na beleza visual para transportar o espectador para outro universo, com elementos tecnicamente bem elaborados que parecem surreais.
  • Relaxamento para os sentidos: em contraposição à velocidade intensa, esses vídeos convidam à contemplação, proporcionando momentos de prazer e sendo um descanso dos excessos e ruídos.
  • Surreal e absurdo: essa linguagem utiliza o absurdo como estratégia para romper a indiferença, elevando ainda mais o nível de estímulos para chamar a atenção, considerando que a internet está repleta de ruídos incompreensíveis. Um exemplo que o Google dá deste ponto é um vídeo criado pela Nissin Brasil:

YouTube video

A Geração Z cresceu em meio à era digital e possui uma relação única com as plataformas e a publicidade.

Eles estão dispostos a assistir a anúncios, desde que sejam relevantes e atraentes.

Portanto, é fundamental criar anúncios que se conectem com a realidade desse público-alvo, mostrando autenticidade e falando sua linguagem.

Ao adotar essas três dicas essenciais do Google, as marcas podem se destacar entre a Geração Z e aproveitar ao máximo esse importante público consumidor.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Google Ads

Checklist do Google Ads: 5 maneiras de auditar e otimizar suas campanhas

Aumente seu sucesso no Google Ads! Audite, otimize e direcione o público certo para maximizar o ROI e as conversões

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.