ChatGPT e Inteligência Artificial são incríveis, mas ainda cometem erros bizarros; veja!

As ferramentas da OpenAI surpreendem pela velocidade e inteligência, mas os erros mostram que ela está longe de "substituir humanos"

Ele escreve poemas, redações do Enem, dietas, currículos, relatórios financeiros. Ele sabe fazer quase tudo. Ou, pelo menos, acha que sabe.

O bot de bate-papo inteligente da Open AI, Chat GPT, ativado em novembro passado, continua conquistando milhares de usuários todos os dias, tendo batido mais de 1 milhão de utilizadores na sua primeira semana de lançamento.

Muitos estão se questionando se ele irá substituir o Google (inclusive, o próprio Google). Mas, apesar de surpreendente, a inteligência artificial que temos acesso hoje não chega nem perto da perfeição.

 

ChatGPT e as alucinações da inteligência artificial

Você conhece alguém que, quando não sabe o que falar, inventa qualquer coisa?

Pois é, no mundo real, essa pessoa seria taxada como louca e pouco confiável. Mas é exatamente assim que o Chat GPT funciona às vezes.

Tilesch conta que alguns de colegas pediram ao Chat GPT para montar seus currículos profissionais e o chatbot começou a mentir sobre universidades e inventar experiências profissionais que nunca existiram.

Em outro caso, o GPT foi questionado sobre “qual era o gênero da primeira mulher presidente dos Estados Unidos”.

Tentando ser politicamente correto, ele deu uma resposta de que não importa o gênero que ele é, mas o quão bem preparado ele está. Então, quando começaram a apertar o botão regenerar (que faz o a IA gerar novas respostas), o robô entregou um texto onde diz que a ex-candidata presidencial Hillary Clinton era, com absoluta certeza, a presidente dos EUA entre 2017 e 2022 (quando na verdade, era Trump).

A BBC News Brasil também mostrou que a IA comete gafes, como dizer que o Brasil “já ganhou vários Oscar”, o que, infelizmente, é errado (e injusto!)

Erro do ChatGPT, mostrado pela BBC News
Erro do ChatGPT, mostrado pela BBC News

Assim, é fato que o ChatGPT  tem as suas limitações. OpenAI, criadora da IA,  já disse que o ChatGPT por vezes escreve respostas plausíveis, mas incorretas ou sem sentido, ou então é muitas vezes excessivamente verboso e redundante. Inclusive, às vezes a IA poderá responder com textos negativos ou exibirá comportamento tendencioso. 

Os problemas não são apenas com os textos. Imagens geradas por IA também podem ser, muitas vezes, hilárias (ou medonhas). O DALL-E Mini foi lançado em 2021, por Boris Dayma e sua equipe. É uma versão menor do DALL-E e DALL-E 2, que foi introduzida pela OpenAI . Esta versão mini, por exemplo, ainda está em treinamento e gera peças “artísticas” bizarras, como essas abaixo:

Image

Image

Image

 


A inteligência artificial irá superar a inteligência humana?

É possível que algum dia sim. Pelo menos é isso que disse György Tilesch, especialista e consultor em IA que trabalha no Vale do Silício, presidente fundador do PHI Institute for Augmented Intelligence, em entrevista à Forbes Hungria.

Quando falamos de IA (inteligência artificial), potencialmente existe sim a possibilidade, ou pelo menos a intenção, de criar máquinas pensantes com habilidades cognitivas semelhantes às humanas. Na verdade, essa tem sido a ambição de todos os envolvidos no desenvolvimento da inteligência artificial desde 1956. Ao mesmo tempo, é absolutamente certo que ainda não chegamos lá.”, diz Tilesch

Em termos de desempenho e velocidade, a inteligência artificial já é melhor que a humana em certas áreas. Se você já usou o ChatGPT ou então o Infinity Copy, que mostramos aqui, sabe que a IA escreve em segundos o que um humano levaria horas.

Ao mesmo tempo, quando comparamos a IA com a inteligência humana geral, ela ainda está bem atrasada. E mais, de acordo com Tilesch,  com as tecnologias que atualmente temos disponíveis, ainda pode demorar muito para que a IA supere os humanos.

 

Quando a inteligência artificial irá substituir o trabalho dos humanos?

Ainda em sua entrevista à Forbes, Tilesch disse que, com a IA, o futuro da indústria de conteúdo já foi completamente alterado.

Ao mesmo tempo, ele discorda da narrativa de que trabalhadores de certas profissões serão substituídos individualmente por inteligência artificial, no curto prazo. Ele diz:

Em vez  de substituir, o novo cenário é mais voltado para a IA ​​proporcionando um novo tipo de interação entre o homem e a tecnologia. Obviamente, isso também tem consequências econômicas que provavelmente serão necessárias menos pessoas para resolver uma tarefa. Mas, em suma, a IA é parceira dos humanos. 

Um exemplo dessa parceria de sucesso está no jornalismo: os sites de news da Microsoft e do MSN usam inteligência artificial há anos para produzir notícias esportivas ou sobre de eleições. Qualquer notícia pode ser gerada com muita facilidade, desde que se tenha um banco de dados.

Mas o MSN News não substituiu os profissionais por IA. Ele usa jornalistas esportivos para análise profunda, opiniões e comentários. Mas, para fazer o artigo ao final da partida é muito mais fácil e rápido para a IA saber e escrever do que um humano.

“Eu diria que está chegando a era em que homem e máquina estarão conectados com muito mais eficiência e poderão alcançar resultados espetacularmente mais impressionantes. Este é um cenário positivo para mim, diz Tilesch . Claro, o cenário negativo também pode acontecer, dada a lógica implacável do capitalismo. É possível que as empresas de fato substituam aqueles que possam ser substituídos, mas não acho que isso seja tão automático e rápido como imaginam”.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.