É hora de fazer marketing no LinkedIn? Os impressionantes dados da rede mostram que sim!

Dados mostram que a rede social para negócios cresceu em 2022, e pode ser uma boa fonte de vendas em 2023

Sua empresa já capta leads ou faz vendas pelo LinkedIn? Já tem, pelo menos, uma página lá? Caso não esteja, é a hora de entrar. Dados mostram que a rede social dos negócios tem tido um crescimento sólido e, o mais importante, com um público qualificado.

Não é de hoje que sabemos que o LinkedIn oferece muitos benefícios para os negócios e é hoje a rede social profissional mais importante do mundo. A rede agrega empresas e profissionais de todos os tipos – clientes, funcionários, parceiros e concorrentes. Ela é uma ferramenta vital de negócios e muito poderosa para promover qualquer marca. Além disso, o LinkedIn é o melhor lugar para atrair os melhores talentos para o seu negócio.

No Brasil, dado a importância que o público (e o mercado) dá ao marketing de influência e de redes (puramente) sociais (Instagram, Facebook…), muitas vezes o LinkedIn é deixado de fora do plano de marketing, o que, para muitos negócios, pode ser um erro.

Com a estratégia e o planejamento certos, você  pode gerar leads e promover seu negócio no LinkedIn. Mas, você já parou para pensar quais são os benefícios de se fazer marketing do LinkedIn? Abaixo, listamos alguns dados recentes, divulgados pelo próprio LinkedIn, que ajudarão você a entender a importância de usar a rede no seu marketing e vendas.

 

Os números do LinkedIn, que mostram que a rede está mais forte do que nunca

Recentemente, a rede social para negócios divulgou em seu blog dados muito interessantes, que mostram um crescimento sólido nos últimos tempos, com os usuários usando ativamente a rede:

  • Em 2022, 59 milhões de empresas tinham uma LinkedIn Page .
  • 2,7 milhões dessas páginas postam pelo menos semanalmente .
  • As LinkedIn Pages que postam semanalmente têm 5,6x mais seguidores do que as Pages que postam mensalmente, e seus seguidores crescem 7x mais rápido do que as Pages que postam mensalmente.
  • Mais de 11 milhões de membros ativaram o modo de criador do LinkedIn desde seu lançamento
  • Os membros do LinkedIn visualizaram 22% mais posts de feed em 2022.
  • Os usuários do LinkedIn tiveram 25% mais conversas no LinkedIn em 2022.
  • Entre junho de 2020 e junho de 2022, os usuários do LinkedIn compartilharam 25% mais conteúdo público em relação ao ano anterior.
  • Os membros do LinkedIn estão agendaram 176% mais eventos do LinkedIn Live.
  • Houve um aumento de 75% no número de eventos espontâneos do LinkedIn Live em 2022.
  • Os membros do LinkedIn criaram 150% mais eventos virtuais anuais em 2022.

Fonte: dados internos do LinkedIn

 


Por que as empresas devem se apoiar no LinkedIn agora?

Em um momento em que empresas de todos os tipos precisam investir onde é mais importante, os números abaixou são um forte argumento para o LinkedIn: ele funciona, é confiável e abrange a amplitude dos segmentos de público, principalmente B2B.

  • O LinkedIn é onde o mundo dos negócios se conecta – e está se conectando como nunca antes
  • O LinkedIn é habitado por mais de 850 milhões de membros em mais de 200 países e territórios.
  • Os profissionais de marketing podem acessar até 9 vezes mais pontos de contato mensais para membros do LinkedIn que são mais ativos no LinkedIn Audience Network.
  • Os anúncios em conversa do LinkedIn geram taxas de abertura 4 vezes mais altas e taxas de engajamento 4 vezes mais altas do que o e-mail tradicional e o dobro do engajamento dos anúncios em mensagem.
  • O LinkedIn Sponsored Messaging gera taxas de abertura e engajamento duas vezes mais altas do que o e -mail tradicional.
  • Depois que seus anúncios foram vistos no LinkedIn, as marcas experimentaram um aumento médio de 10 a 15% no desempenho de anúncios de curto prazo. (dados internos do LinkedIn)
  • 40% dos visitantes do LinkedIn interagem com uma página organicamente toda semana .
  • Os usuários do LinkedIn interagem com as LinkedIn Pages mais de 2 bilhões de vezes por mês .
  • Existem mais de 36.000 boletins publicados ativamente no LinkedIn, incluindo boletins de influenciadores como Melinda Gates, Ariana Huffington e Richard Branson, além de editores como The Economist. Em abril de 2022, 29 milhões de pessoas únicas se inscreveram em pelo menos um boletim informativo do LinkedIn.
  • Como a maior rede profissional on-line do mundo, o LinkedIn é inerentemente centrado no B2B. É onde as relações profissionais são forjadas, as carreiras são desenvolvidas e os negócios são fechados. Como resultado, a plataforma é quase onipresente como um canal de marketing de conteúdo para profissionais de marketing B2B e está no topo do gráfico de mídia social .

Fonte: dados internos do LinkedIn

Caso você prefira as informações visualmente, segue um Infográfico oficial do LinkedIn sobre seus números:

Infográfico: Por que os profissionais de marketing B2B constroem no LinkedIn

 

Por que se importar?

O LinkedIn é uma excelente plataforma que oferece a melhor geração de leads e interação online com novos clientes, principalmente se o seu foco B2B, ou então leads qualificados, tomadores de decisão. Com uma estratégia de marketing eficaz na rede, você pode aumentar suas taxas de conversão e transformar seu negócio em uma marca renomada dentro do LinkedIn, aumentando a percepção de valor do seu business como um todo.

Embora a Meta, com o Face e Instagram, ainda seja a maior plataforma de mídia social, o LinkedIn é o site de mídia social mais bem-sucedido para uma empresa, em termos de networking e descoberta de novos talentos. Assim, é altamente recomendável que sua empresa, não importa quão grande ou pequena, crie uma página da empresa no LinkedIn e mantenha-se atualizada,  e que inclua a rede em seu planejamento de marketing.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Por que uma estratégia de conteúdo falha?

A estratégia de conteúdo falha por vários motivos, identifique fatores na sua estratégia que afetam o ROI, compreendendo impactos críticos

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.