Inteligência artificial: a nova aposta da Meta para o WhatsApp, Instagram e Messenger

Zuckerberg descreve novas iniciativas de Inteligência Artificial na Meta, de acordo com as tendências tecnológicas

Por aqui já notamos um padrão certo: Mark Zuckerberg não fica por fora das últimas tendências!

No entanto, isso é um imperativo comercial. Afinal, se a Meta se perder das principais mudanças tecnológicas, pode acabar ficando para trás.

Por isso mesmo que, sempre que vemos algo ficar quente dentro das redes sociais, a Meta entra com tudo, seja comprando — como fez com o Instagram e com o WhatsApp — ou até mesmo copiando os recursos, como fez com o TikTok e com o BeReal.

Dessa vez, com o grande hype em torno de ferramentas como o ChatGPT, a Meta também não ficou de fora e anunciou que também está surfando nessa onda.

 

IA generativa da Meta

De acordo com o CEO Zuckerberg, em seu novo “Canal” no Instagram:

Estamos criando um novo grupo de produtos de alto nível na Meta focado em IA generativa para turbinar nosso trabalho nessa área.

Estamos começando reunindo muitas das equipes que trabalham em IA generativa em toda a empresa em um grupo focado em criar experiências agradáveis em torno dessa tecnologia em todos os nossos diferentes produtos.

No curto prazo, vamos nos concentrar na construção de ferramentas criativas e expressivas. A longo prazo, vamos nos concentrar no desenvolvimento de personas de IA que podem ajudar as pessoas de várias maneiras.

Estamos explorando experiências com texto (como bate-papo no WhatsApp e Messenger), com imagens (como filtros criativos do Instagram e formatos de anúncios) e com vídeo e experiências multimodais.

Então, essencialmente, a Meta está explorando integrações de IA como a Microsoft está com suas várias ferramentas, e o Snapchat agora está fazendo com seu recurso “My AI”, que integrará elementos de IA de conversação, como ChatGPT e DALL-E.

No entanto, a Meta já está familiarizada com a aplicação de IA voltada para o usuário.

Em 2016, a empresa lançou os chatbots no Messenger, permitindo que as empresas oferecessem suporte automatizado aos clientes, orientação de comércio eletrônico, conteúdo e experiências interativas.

No entanto, a iniciativa mais recente representa uma expansão significativa, demonstrando o aumento do interesse da indústria em IA generativa.

A integração faz sentido e, com certeza, haverá várias maneiras interessantes e criativas de incorporar essas ferramentas aos vários aplicativos e processos da Meta.

Fonte: Social Media Today

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.