Meta quer levar agentes de IA a todas as pessoas, afirma Mark Zuckerberg

o CEO da Meta afirma que espera que "essas ferramentas sejam valiosas para todos, desde pessoas comuns até criadores e empresas”

Mark Zuckerberg, CEO da Meta, anunciou que a empresa vê “uma oportunidade de apresentar agentes de IA a bilhões de pessoas de maneiras que serão úteis e significativas”.

Durante a teleconferência de resultados da empresa no primeiro trimestre deste ano, Zuckerberg forneceu a prévia mais detalhada até agora sobre como a Meta planeja adicionar IA generativa aos seus aplicativos — embora ainda tenha sido vago sobre como exatamente a tecnologia será empregada.

 

Quais são os planos da Meta em relação a IA?

De acordo com Zuckerberg:

Estamos explorando experiências de bate-papo no WhatsApp e Messenger, ferramentas de criação visual para postagens no Facebook e Instagram e anúncios e, ao longo do tempo, também experiências multimodais e de vídeo.

Espero que essas ferramentas sejam valiosas para todos, desde pessoas comuns até criadores e empresas.

Por exemplo, espero que haja muito interesse em agentes de IA para mensagens de negócios e suporte ao cliente quando atingirmos essa experiência.

Com o tempo, isso também se estenderá ao nosso trabalho no metaverso, onde as pessoas poderão criar avatares, objetos, mundos e códigos para uni-los com muito mais facilidade.

Inicialmente, com a reformulação da marca da empresa e o foco de Zuckerberg no metaverso, a Meta não priorizou a construção da infraestrutura necessária para oferecer suporte a recursos de IA, o que a obrigou a investir bilhões de dólares na modernização de seus data centers nos últimos trimestres.

Hoje, no entanto, o empresário declarou que a infraestrutura de IA da empresa já está pronta e provocou o lançamento de produtos de IA generativos nos próximos meses.

Não estamos mais atrasados na construção de nossa infraestrutura de IA — diz o CEO.

 


O sucesso do ChatGPT abrindo caminhos

A popularidade sem precedentes do ChatGPT da OpenAI está impulsionando a tendência tecnológica atual de IA generativa, levando gigantes como Google e Microsoft a desenvolverem aplicativos concorrentes.

Apesar de a Meta ter apresentado um modelo de linguagem de IA para pesquisadores chamado LLaMA no início deste ano, ela ainda não lançou uma oferta amplamente acessível que se compare ao ChatGPT.

No entanto, parece que não será o caso por muito mais tempo.

Zuckerberg disse que a IA generativa vai “literalmente tocar cada um de nossos produtos” e deu a entender como a tecnologia poderia acelerar especificamente o nascente negócio de suporte ao cliente do WhatsApp:

Depois de ativar a capacidade de dezenas de milhões de agentes de IA agindo em seu nome, você terá muito mais empresas que podem se dar ao luxo de ter pessoas envolvidas no bate-papo.

Embora a Meta possa estar se voltando para a IA como o resto da indústria, ela não está desistindo do metaverso.

De acordo com o CEO da empresa:

A narrativa que se desenvolveu de que a Meta está se afastando do metaverso não é precisa.

Fonte: The Verge

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

marketplace de criadores instagram

Um portfólio digital para criadores: Instagram traz marketplace de criadores para o Brasil

O novo recurso do Instagram que promete ser um portfólio digital para influenciadores chega ao Brasil e a outros sete países

5 métricas de marketing de influência que você precisa conhecer

Ao acompanhar essas métricas, você pode identificar influenciadores para refinar continuamente sua abordagem para obter melhores resultados

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.