Monetize com o Facebook Reels! Meta testa novo modelo de pagamento baseado em visualização

Meta retrabalha seu programa de monetização de Ads on Reels com um novo modelo de pagamento baseado em desempenho

A Meta anunciou que está testando um novo modelo de pagamento para seu programa Ads on Reels.

Agora, em vez de pagar com base nos ganhos de anúncios, a empresa pagará os criadores com base no desempenho de seus Reels públicos.

A plataforma também está expandindo o programa de monetização para criadores de mais 52 países — incluindo o Brasil — e começará a testá-lo no Instagram nas próximas semanas.

 

Pagamento por desempenho

De acordo com a Meta, a proposta é que a remuneração dos criadores seja baseada no número de visualizações dos Reels, e não na exibição de anúncios.

A empresa afirmou que os pagamentos serão determinados pelo número de plays que os vídeos tiveram no Facebook.

Ainda que essa seja a única métrica no momento, a Meta afirmou que pode vir a considerar outros fatores futuramente.

Essa medida visa incentivar a produção de conteúdo de qualidade e oferecer uma forma mais justa de remuneração para os criadores de conteúdo na plataforma.

De acordo com o Facebook:

Estamos aprendendo por meio de nossos testes que os pagamentos vinculados ao engajamento são melhores para equilibrar as necessidades de todos. Os criadores poderão focar em conteúdos que estão agradando suas audiências, ajudando-os a crescer; os anunciantes terão acesso a mais opções de anúncios para alcançar ainda mais pessoas; e as pessoas terão uma experiência de visualização mais consistente com anúncios mais relevantes.

 


Como monetizar com o Facebook Reels?

Os criadores que desejam fazer parte do programa de monetização do Facebook devem verificar se atendem aos requisitos mínimos, como:

  • Ter pelo menos 18 anos de idade;
  • Passar pelas Políticas de Monetização de Parceiros;
  • Passar pelas Políticas de Monetização de Conteúdo do Facebook; e
  • Residir em um dos 52 países elegíveis — se você mora no Brasil, já cumpriu esta.

Se selecionados, deverão passar pelo processo de integração, incluindo a aceitação dos termos de uso e fornecimento de informações para pagamento.

Depois disso, os criadores poderão continuar a criar e publicar conteúdos atraentes para ganhar.

Caso tenham sido convidados, poderão acessar o Painel de controle profissional, ir para a seção Ferramentas de monetização e selecionar “Configurar” para iniciar a integração.

A empresa também comunicou que, nas próximas semanas, deve começar a testar um sistema de remuneração similar aos criadores de conteúdo do Reels no Instagram.

No entanto, por enquanto, tal forma de monetização no Instagram só será realizada para creators residentes nos Estados Unidos.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.