Após demissões, Nathalia Arcuri rebate críticas e diz que irá focar em tech, Web3 e IA

Influencer afirmou que as mudanças são para crescimento da empresa, que deixará de ser apenas de educação e cursos, e focará em tecnologia

A empresa Me Poupe!, fintech de economia pessoal liderada pela influencer Nathalia Arcuri, anunciou recentemente a demissão de 70 pessoas de sua equipe, o que representaria cerca de 50% da sua força de trabalho.

Nas redes sociais, Nathalia recebeu em seus últimos posts algumas críticas e “alfinetadas” do público, questionando os motivos da demissão.

Além disso, o Portal Bitcoin publicou uma matéria trazendo os bastidores da demissão, com entrevistas e depoimentos de funcionários demitidos. Uma dessas ex-funcionárias inclusive disse que a influecer já pensou em sair das redes sociais.

“A Nath (Nathalia Arcuri) já flertou com a ideia de saída das redes outras vezes, algo que nunca aconteceu de verdade. Faz um tempo que ela quer deixar as redes e se concentrar na cadeira de CEO, mas nunca funcionou”, disse uma ex-funcionária.

Diante das duras críticas nas redes sociais e informações veiculadas na imprensa, Nathalia resolveu quebrar o silêncio e explicar a situação em seu Instagram.

O pronunciamento, que veio cerca de 48 horas após as primeiras notícias dos cortes, foi na forma de uma sequencia de stories em seu Instagram, e teve como tema central trazer ao público mais informações sobre a reestruturação da empresa e os próximos passos do negócio.

Nathalia também aproveitou o momento rebater alguns comentários e críticas, e afirmando que Me Poupe! não está enfrentando nenhuma crise e que o corte de 50% da equipe foi necessário para garantir as mudanças necessárias no momento.

 

Me Poupe! deixará de ser apenas uma empresa de conteúdo e educação, diz Nathália

Nathalia inicia sua fala explicando que essas demissões foram a decisão mais difícil que ela já teve que tomar desde que começou o seu negócio em 2015, mas que, no entanto, foram decisões essenciais para o crescimento da empresa.

Ela deixou claro que a demissão de cerca de 70 funcionários nada tem a ver com crise financeira, política ou alguma movimentação partidária, e sim com uma mudança de planos da empresa.

De acordo com Arcuri, a Me Poupe! está tomando novos rumos e deixará de ser apenas uma empresa de conteúdo e produtos de educação:

A Me Poupe! está se direcionando para o novo caminho. Nós viemos até aqui com conteúdo e produtos de educação, e nós vamos seguir daqui pra frente com tecnologia, inteligência artificial, Web3, ChatGPT e tudo aquilo que existe de mais novo.

A empresária afirma que as demissões estão relacionadas a essas mudanças de caminho da empresa, uma vez que, ao reformular o propósito, a força de trabalho também deve ser reformulada.

Se nós estamos saindo de um modelo onde a nossa receita vinha de cursos — e a gente está abrindo mão da receita desses cursos, cujo objetivo é chegar mais e mais e mais pessoas a partir de 2023, em vez de ficar restrito àquelas pessoas que antes podiam pagar por esses cursos —, faz sentido a gente também rever quem são as pessoas que vão continuar com a gente. Então, sim, nas próximas semanas vocês vão saber que surpresas são essas que a gente está preparando e que vão levar aqueles nossos cursos que transformaram a vida de milhares de pessoas para milhões de pessoas.

 

Ex-funcionária diz que empresa focará 100% em aplicativo

Em um artigo publicado pelo Portal do Bitcoin, uma ex-funcionária da Me Poupe!, ao explicar como foi a reunião onde houve a demissão, trouxe a informação de que a empresa de Nathalia Arcuri deve migrar seus esforços para seu app, segundo a própria empresária.

“A Nathalia estava bem esquisita e começou a apresentar um PPT. Ela agradeceu a gente, mas disse que a empresa focaria 100% no aplicativo. Foi quando ela falou que não teria mais espaço para todos e que o RH chamaria algumas pessoas para conversar. E encerrou assim, do nada”, contou a ex-funcionária

Apesar desse possível foco do Me Poupe! em seu app, chama a atenção o fato de que, ainda segundo ex-funcionários, parte da equipe demitida era composta pelo time de tecnologia da empresa.

Foto divulgação Me Poupe; empresa focará em seu App

 


Alto endividamento das famílias no país é um dos motivos da mudança, explica Nathalia

Apesar de ter reforçado que a reestruturação da equipe não esteja ligada a uma crise interna nem nada relacionado à política, Nathalia trouxe a ideia de que a reestruturação tem a ver com a situação no cenário econômico das famílias do país.

De acordo com ela, são 70 milhões de endividados no Brasil e a maioria dessas dívidas são em cartão de crédito e cheque especial — o que os torna mais do que endividados, e sim “mal endividados”.

Dessa forma, ela sentiu que a empresa deveria mudar o rumo para alcançar outras pessoas e de maneiras diferentes:

Quando eu comecei a Me Poupe!, lá atrás, eram só 500.000 pessoas no Tesouro Direto. Hoje são mais de 20 milhões. E, sim, esse movimento começou lá atrás, com a democratização do acesso à educação financeira. O meu grande objetivo era transformar a educação financeira em mainstream, ver esse assunto em todos os lugares. Isso já é uma realidade. E é por isso que não adianta mais a gente continuar fazendo aquilo que a gente fazia.

Esse novo momento da empresa, diz a empresária, é uma refundação, em que ela precisará de novas pessoas e de novas tecnologias para focar na trilha que ela necessita para “levar o poder financeiro às mãos de quem mais precisa”, as pessoas mais vulneráveis “que não tem tempo e nem dinheiro para consumir nossos cursos”.

 

Um novo modelo de negócio para a Me Poupe!

Sim, precisa de muita coragem para você abrir mão daquilo que te trouxe até aqui e ir para o futuro com algo completamente novo. E é justamente por isso que novas pessoas estão chegando. Eu sempre disse pra vocês se a gente puder mudar o mundo e ganhar dinheiro ao mesmo tempo, nós vamos fazer isso.

Nathalia afirma que a mudança no modelo de negócio da Me Poupe! gerará muito impacto não somente no Brasil, mas no mundo inteiro, e por isso ela está abrindo mão da certeza do dinheiro que vinha dos cursos para investir nessa inovação.

Eu não acho que as pessoas estão realmente interessadas em mudar a lógica do sistema financeiro. Mas eu estou.

 

Resposta direta às críticas

A empresária e influencer aproveitou a oportunidade para responder às críticas que havia recebido na internet e desmentir os comentários de a empresa estar passando por problemas financeiros:

E para aqueles que estavam torcendo, como eu vi alguns comentários: ‘eu vou ficar aqui só para assistir à queda’, eu sinto muito, porque além de não estar produzindo nenhuma riqueza nem para você, nem para o país, nem para ninguém que precisa de você, da sua energia, do seu tempo; eu tenho uma notícia que é: a gente só está começando.

Ela diz que, ao contrário de outras startups — que também demitiram milhares de funconários nos últimos tempos—, a Me Poupe! não começará do zero, e sim utilizará todo o legado construído pela empresa para alcançar mais milhões de pessoas pelo mundo.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Jon loomer formulário de leads

Você está restringindo seus formulários de leads nos anúncios da Meta?

Jon Loomer fala sobre configuração simples que pode estar limitando os leads que você obtém dos formulários de leads da Meta

TikTok Reels Shorts

TikTok ainda lidera o ranking de vídeos curtos, mas os Reels não ficam muito atrás

De acordo com estudo, TikTok supera o Reels e os Shorts em engajamento de usuários, enquanto o Reels lidera em tempo de exibição

WhatsApp

WhatsApp está lançando um recurso de compartilhamento de tela

A Meta está testando o recurso em dispositivos Android, permitindo que os usuários compartilhem suas telas em suas ligações

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.