Conheça as novas práticas recomendadas de links do Google para impulsionar seu SEO

O novo guia de suporte agora apresenta práticas recomendadas de links muito mais abrangentes e elaboradas

O Google publicou uma nova prática recomendada de links em sua documentação de desenvolvedor de pesquisa e SEO.

Originalmente, era um documento sobre como criar links rastreáveis, mas agora o documento inclui não apenas como tornar os links rastreáveis, mas também outras vertentes, como:

  • Posicionamentos de texto âncora
  • Como escrever um bom texto âncora
  • Links internos dentro do seu conteúdo
  • Links externos de outros sites

E por isso trouxemos aqui uma visão geral sobre o novo conteúdo.

 

Links rastreáveis

A seção inicial do documento é bastante similar à versão original, que pode ser acessada aqui.

No entanto, a nova versão do guia acrescenta uma observação importante:

Geralmente, o Google só pode rastrear seu link se for um  <a> elemento HTML (também conhecido como  elemento âncora ) com um  href atributo. A maioria dos links em outros formatos não será analisada e extraída pelos rastreadores do Google. O Google não pode extrair URLs de forma confiável de  <a> elementos que não têm um  href atributo ou outras tags que atuam como links devido a eventos de script.

Veja abaixo exemplos de links que o Google consegue e não consegue analisar:

 


Posicionamento do texto âncora

O Google diz que:

Texto âncora (também conhecido como texto do link) é o texto visível de um link. Esse texto informa às pessoas e ao Google algo sobre a página à qual você está vinculando. Coloque o texto âncora entre  <a> os elementos que o Google pode rastrear.

Além disso, o Google apresenta alguns exemplos de como o texto âncora deve e não deve ser utilizado para garantir um bom posicionamento na pesquisa.

 

Escrevendo texto âncora

Esta é outra nova seção em que o Google escreveu:

Um bom texto âncora é descritivo, razoavelmente conciso e relevante para a página em que está e para a página à qual está vinculado. Ele fornece contexto para o link e define a expectativa para seus leitores. Quanto melhor for o seu texto âncora, mais fácil será para as pessoas navegarem no seu site e para o Google entender sobre o que é a página para a qual você está vinculando.

O Google também fornece, no documento, alguns exemplos de texto âncora bem e mal escrito.

 

Links internos

O Google observa que não há um número específico de links necessários e escreve:

Geralmente, você pode pensar em links apontando para sites externos, mas prestar mais atenção ao texto âncora usado para links internos pode ajudar as pessoas e o Google a fazer sentido do seu site com mais facilidade e encontre outras páginas do seu site. Cada página de seu interesse deve ter um link de pelo menos uma outra página em seu site. Pense em quais outros recursos em seu site podem ajudar seus leitores a entender uma determinada página em seu site e criar links para essas páginas no contexto.

 

Links externos

O Google aborda o conceito de confiabilidade dos links e explica como os sites que linkam para você podem influenciar nesse fator.

Além disso, o guia traz informações sobre o uso do atributo “nofollow” para links que possam ser considerados spam ou que sejam pagos.

Criar links para outros sites não é algo para se temer; na verdade, usar links externos pode ajudar a estabelecer confiabilidade (por exemplo, citando suas fontes). Crie links para sites externos quando fizer sentido e forneça contexto aos seus leitores sobre o que eles podem esperar.

 

Por que eu devo me importar?

Os links são um elemento fundamental para a otimização de mecanismos de pesquisa (SEO), já que a maneira como outros sites se relacionam com o seu conteúdo pode afetar significativamente o seu posicionamento nas páginas de resultados de pesquisa.

A publicação de um documento sobre práticas recomendadas de links pelo Google, portanto, representa uma grande oportunidade para os profissionais de SEO aprenderem mais sobre as melhores maneiras de gerenciar seus links.

Ao se manterem atualizados sobre as orientações e recomendações do Google, os profissionais de SEO podem tomar decisões informadas sobre como criar e gerenciar links de maneira estratégica e eficaz, sem correr o risco de violar as diretrizes do Google e sofrer penalidades.

Como resultado, aplicar as práticas recomendadas de links do Google pode ser uma etapa importante para melhorar a estratégia de SEO e impulsionar o sucesso de um site.

Mantenha-se informado sobre as últimas atualizações do Google para garantir que você esteja maximizando seus esforços de link building e melhorando sua visibilidade nos resultados de pesquisa.

Fonte: Search Engine Land

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Google Ads

Checklist do Google Ads: 5 maneiras de auditar e otimizar suas campanhas

Aumente seu sucesso no Google Ads! Audite, otimize e direcione o público certo para maximizar o ROI e as conversões

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.