Qual o futuro do e-commerce? Veja as principais tendências para 2023

Saiba como aproveitar as constantes mudanças do mercado eletrônico para aprimorar a experiência de compra e aumentar suas vendas online

Varejistas digitais e profissionais de marketing podem se animar com a chegada de 2023, pois a estimativa de vendas online é das boas! O mercado digital deve fechar o ano com uma movimentação de US$ 5,7 trilhões em todo o mundo, o que demonstra ser uma das opções mais lucrativas para as empresas.

Apesar de sempre promissor, o comércio eletrônico está em constantes mudanças e, por isso, é necessário manter-se atualizado e adaptar seus negócios às novidades do mercado para não ficar para trás.

Pensando nisso, reunimos as principais tendências do comércio online, em 2023, para que possa planejar seu ano e aproveitar, ao máximo, as oportunidades do mercado digital. Confira a seguir!

 

Varejistas do mercado online

Os avanços da tecnologia e a criação de diversas plataformas digitais têm ampliado as possibilidades de vendas na internet. Exemplo disso são os lançamentos das ferramentas de compras em plataformas, como o TikTok e o Instagram.

Diante dessas mudanças, é preciso estar sempre de antena ligada sobre a chegada de novas ferramentas para as redes sociais, formas de automação de processos através de chatbots de inteligência artificial, entre outros recursos disponíveis no mercado.

 

Canais de marketing

As diversas ferramentas de compras, disponibilizadas pelas redes sociais, já são de uso comum entre as empresas. Além de permanecer como uma boa opção para o mercado digital, as compras ao vivo ganharão ainda mais força em 2023, tornando-se uma das principais tendências nas plataformas.

Na China, por exemplo, espera-se que o comércio ao vivo atinja US$ 4,92 bilhões no ano que vem. A tendência também despertou a atenção de 20% dos compradores americanos, que disseram terem adquirido produtos através de lives nas redes sociais.

As empresas também devem ficar atentas aos conteúdos publicitários em TV conectada, ou seja, na veiculação de anúncios em plataformas de streaming, como o YouTube, Roku e Hulu. Segundo um relato da marca de calçados esportivos, Hoka, a estratégia gerou um aumento de 68% nas visitas ao site.

 

Físico x online

Loja física ou loja online? Eis a questão que aflige os comerciantes desse nosso Brasil. Certamente, as compras online tiveram um enorme crescimento nos últimos anos, superando as vendas em lojas físicas. Justamente por isso é que esses estabelecimentos estão promovendo inovações para atrair os clientes.

Visitar uma loja física precisa estar condicionada a uma experiência que o cliente jamais terá ao comprar um produto online, o que incentiva a fidelidade do consumidor.  A Nike, por exemplo, criou as chamadas House of Innovation, onde é possível:

  • Personalizar peças com as próprias mãos;
  • Realizar testes de condicionamento físico;
  • Experimentar produtos em jogos divertidos;
  • Inscrever-se como personal shopper e muito mais.

YouTube video

 

Pesquisas por voz

As tendências para 2023 chegam mesmo para facilitar a vida dos consumidores. Um exemplo que, além de facilitar, gerou um considerável aumento nas transações online, é a pesquisa por voz.

Segundo a Narvar, plataforma de experiência do cliente pós-compra, 51% dos compradores usam a pesquisa por voz para buscar itens na internet e 36% utilizam a ferramenta para adicionar produtos relevantes à lista de compras.

Para usufruir desse recurso, é preciso otimizar as informações dos produtos em sua página, na internet, para os comandos comuns de pesquisa por voz. Assim, as pessoas poderão fazer perguntas ao assistente de voz como, por exemplo: “Onde posso obter seu produto aqui com desconto?”

 

Automação de processos

As ferramentas de automação de processos estão cada vez mais presentes nas empresas de comércio eletrônico. O uso desses recursos permite otimizar tempo e fazer com que os profissionais se dediquem às tarefas que dependam de maior criatividade e não podem ser realizadas por robôs.

Cerca de 61% das empresas em todo o mundo já utilizam algum tipo de software de automação, para auxiliar em tarefas relativas à área de marketing, atendimento e logística, apenas para citar alguns exemplos. Se pesquisar, poderá encontrar diversas opções para melhorar as rotinas de sua empresa.

 

Marcas sustentáveis

Uma pesquisa feita pela Net0 apontou que as lojas as quais priorizam as preocupações sobre questões climáticas tiveram um crescimento 5,8 vezes mais rápido, além das taxas de conversão terem aumentado 20%. Essas iniciativas serão fundamentais no futuro.

Para começar a ter uma conduta voltada à sustentabilidade, você pode fornecer embalagens e sacolas reutilizáveis ou feitas com material reciclado, os quais não agridem ao meio ambiente. Dessa forma, o cliente terá a sensação de estar apoiando uma causa positiva ao comprar produtos de sua empresa.

 


Profissionais de marketing e o comércio eletrônico

Os profissionais de marketing deverão focar as atenções ao incentivo de compras através de dispositivos móveis, aos conteúdos personalizados, o que inclui a experiência do cliente, além do uso de robôs e produtos interativos para oferecer diferentes tipos de vivências aos consumidores.

 

Dispositivos móveis

Anos atrás, as empresas dedicavam grande esforço na construção de sites com foco nas compras via desktop. Agora, essa preocupação deve ser direcionada aos dispositivos móveis.

Diversas plataformas de compras online já permitem que o usuário tenha uma fácil experiência de compra, independentemente de onde o cliente estiver acessando.

 

Conteúdo personalizado, automação e experiência do cliente

Com o uso de algoritmos que rastreiam as atividades do comprador, é possível que as empresas otimizem seus conteúdos publicitários de acordo com o comportamento desses indivíduos.

Apesar disso, a comunicação precisa demonstrar preocupação ao consumidor, sem aquela sensação de receber mensagens automáticas, enviadas por robôs. E-mails personalizados, cupom de desconto de acordo com as preferências do usuário ou coisas do tipo são ótimas formas de agradar os clientes.

Uma comunicação humanizada, personalizada de acordo com o cliente, pode ser fator fundamental para fazer com que esses consumidores passem a considerar a sua marca e efetivar uma compra.

Outro ponto importante para que um negócio alcance o sucesso esperado, é o aprimoramento constante da experiência de compra. Existem diversas ferramentas para facilitar essa jornada, do início ao fim, gerando maior facilidade e agilidade no processo de aquisição de um produto.

Para identificar possíveis desconfortos do cliente ao realizar uma compra no seu e-commerce, faça testes em seu site com pessoas reais. Dessa forma, você poderá descobrir se:

  • Sua chamada para ação funciona;
  • A duração do processo de checkout está adequada;
  • As informações solicitadas na página de checkout são suficientes;
  • Suas mensagens são recebidas normalmente;
  • O fluxo da página do produto funciona corretamente.

Essas atividades serão uma forte tendência para 2023 e foram pensadas para promover a melhor experiência de compra para seu cliente.

 

Produtos interativos

Ainda não é possível experimentar um produto quando a compra é feita pela internet, mas as empresas poderão criar produtos interativos com o uso da tecnologia de realidade aumentada. Assim, cria-se experiências de compras imersivas, permitindo que o comprador interaja com seu produto antes de adquiri-lo.

Essa é uma nova tendência que está sendo adaptada rapidamente para as empresas de comércio eletrônico, com o intuito de ajudar os clientes a escolherem o produto correto.

Certamente, essa lista de tendências para 2023 já devem estar no seu radar. Agora, é reunir o time e colocá-las em prática para usufruir dos resultados positivos que todas essas estratégias trarão para o seu comércio eletrônico.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Google Ads

Checklist do Google Ads: 5 maneiras de auditar e otimizar suas campanhas

Aumente seu sucesso no Google Ads! Audite, otimize e direcione o público certo para maximizar o ROI e as conversões

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.