Qual é o seu arquétipo? Saiba o que são arquétipos e como aplicá-los ao seu marketing

Descubra como os arquétipos de marca podem impulsionar o seu sucesso e te ajudar a se conectar ainda mais com o seu público

No trabalho com marketing digital é mais do que necessário se destacar e se conectar com o seu público. Para isso, é fundamental conhecer ferramentas que possibilitam essa conexão.

Entre as diversas ferramentas disponíveis, uma que tem ganhado destaque é a aplicação de arquétipos. Mas o que exatamente são arquétipos e como eles podem te auxiliar em suas estratégias de marketing?

Imagine poder contar histórias que emocionem seu público, despertando emoções e fidelidade à sua marca. Os arquétipos são como os ingredientes secretos nessa receita de sucesso, trazendo consigo padrões universais de comportamento e personalidade.

Sendo assim, vamos explorar esse mundo dos arquétipos e revelar como você pode aplicá-los de forma estratégica para construir uma conexão genuína e duradoura entre sua marca e seu público.

Prepare-se para entender como a psicologia, a criatividade e o marketing se encontram para transformar sua comunicação com o seu público-alvo.

 

O que são arquétipos?

Os arquétipos, fundamentados pelo psicanalista Carl Jung, são padrões universais de comportamento, emoções e personalidade que estão profundamente enraizados no inconsciente coletivo da humanidade.

Dessa forma, eles transcendem culturas e gerações, representando ideias e características que todos nós reconhecemos de forma intuitiva.

No marketing, os arquétipos desempenham um papel crucial ao permitir que as marcas falem a linguagem da emoção humana.

Assim, ao entender e aplicar esses padrões em suas estratégias, você pode criar mensagens que tocam a essência do seu público, criando uma conexão mais profunda e autêntica.

YouTube video

 


Quais são os 12 arquétipos de marca?

Os arquétipos de marca estão cada vez mais sendo explorados no marketing, definindo o tom de voz, a audiência e a forma com que uma campanha se relaciona com os consumidores.

Dessa maneira, vale a pena explorar os 12 arquétipos de marca mais comuns e mais utilizados no mercado.

 

O arquétipo do Inocente

Evocando pureza e otimismo, marcas associadas ao Inocente enfatizam valores como felicidade e moral. Assim, elas se conectam com o público por meio de mensagens reconfortantes e ideais nobres.

Um bom exemplo é a Disney, que sempre traz histórias mágicas e personagens que refletem mensagens positivas e esperançosas.

 

O arquétipo do Sábio

Representando conhecimento e busca pela verdade, marcas ligadas ao Sábio valorizam a educação e a expertise. Assim, elas se destacam como fontes confiáveis de informação e guias para a tomada de decisões.

As marcas que se identificam com esse perfil são aquelas que focam em educação, informação e soluções baseadas em conhecimento.

Um bom exemplo é o Google, uma vez que a empresa é utilizada como fonte principal de pesquisas diversas hoje em dia.

 

O arquétipo do Herói

O Herói simboliza coragem e superação. Marcas que adotam esse arquétipo se posicionam como solucionadoras de problemas e agentes de mudança, capacitando os consumidores a enfrentar desafios.

Nesse sentido, esse traço é geralmente identificado em marcas esportivas. Como, por exemplo, a Nike, que sempre traz campanhas motivacionais e seu slogan “just do it”.

Arquétipo da Nike

 

O arquétipo do Fora da Lei

Desafiando as normas, o Fora da Lei busca a liberdade e a revolução. Dessa forma, marcas associadas a esse arquétipo se destacam por sua abordagem ousada e inovadora, atraindo um público jovem.

Um bom exemplo é a marca Converse, empresa muito conhecida pelos tênis All Star. A marca promove um estilo de vida livre, que foge às regras e a à rotina. Não à toa, o tênis foi uma febre entre jovens amantes de rock.

 

O arquétipo do Explorador

Relacionado à busca por aventura, o Explorador incentiva a descoberta de novas experiências. Assim, as marcas que se encaixam nesse arquétipo são aquelas que incentivam a liberdade e a descoberta.

A Red Bull, por exemplo, é ligada em aventura e esportes radicais, e sempre apoia eventos e campanhas que tenham a ver com essa identidade.

 

O arquétipo do Criador

Associado à criatividade, o Criador celebra a originalidade e a expressão. Marcas nesse arquétipo frequentemente estão ligadas às artes, design ou tecnologia.

A Lego e a Faber-Castell, por exemplo, são empresas que têm este arquétipo. O que fica claro quando pensamos na imagem das marcas. Geralmente, elas estão associadas a crianças construindo coisas novas.

Arquétipo da Lego

 

O arquétipo do Governante

O Governante representa o poder e a autoridade. Marcas ligadas a esse arquétipo valorizam a liderança e a excelência, buscando estabelecer um padrão de qualidade.

Como as empresas que assumem este perfil estão relacionadas ao poder e ao prestígio, a marca Rolex se torna um bom exemplo, uma vez que ela é sinônimo de luxo, exclusividade e sofisticação.

 

O arquétipo do Amante

Evocando paixão e sensualidade, o Amante cria conexões emocionais profundas. Dessa forma, marcas associadas a esse arquétipo vendem produtos que despertam emoções intensas.

Esse modelo valoriza as relações e, por isso, busca criar laços afetivos profundos.

A Victoria’s Secret, com suas peças mais sensuais e desfiles glamourosos, é um ótimo exemplo.

 

O arquétipo do Cuidador

Ligado à compaixão, o Cuidador valoriza a generosidade e o apoio aos outros. Assim, marcas desse arquétipo frequentemente estão relacionadas a serviços de saúde e bem-estar.

Bons exemplos deste arquétipo são a OMO e a Johnsons & Johnson, que se consolidaram no imaginário brasileiro como “cuidadoras da família”.

 

O arquétipo do Homem Comum

O Homem Comum representa a simplicidade, honestidade e empatia. Assim, marcas ligadas a esse arquétipo buscam se conectar com o público de forma genuína e realista.

Empresas como a Dove, por exemplo, que adotam uma linguagem simples e com campanhas focadas na beleza real e na autoestima de pessoas comuns, se encaixam bem.

Arquétipo Dove

 

O arquétipo do Bobo da Corte

Relacionado à diversão, o bobo da corte é aquele que vive de bem com a vida e leva alegria por onde passa. Assim, as marcas que se relacionam com esse arquétipos costumam ser acessíveis, alegres, espontâneas e com uma comunicação leve.

Um ótimo exemplo é a Netflix e o seu posicionamento nas redes sociais, sempre acessível, cheio de memes e interação direta com os seguidores.

@netflixbrasil

Peraí, galera! Já respondo vocês, espera mais 5 minutinhos. 🏸🎾 #viral #gato #tenis #Netflix #NetflixBrasil

♬ som original – Netflix Brasil – Netflix Brasil

 

O arquétipo do Mago

O Mago é aquele arquétipo que transforma sonhos em realidade. Dessa maneira, as marcas que adotam esse arquétipo evocam o propósito de criar algo especial, com inovação e mudanças significativas para o mundo. 

Um bom exemplo é a Apple, que revolucionou o mercado de tecnologia com produtos tipo iPhone e iPad.

 

A aplicação dos arquétipos no marketing

A compreensão dos arquétipos oferece uma vantagem significativa. Eles permitem que você crie histórias envolventes e mensagens persuasivas que ressoam com seu público-alvo de maneira poderosa.

Sendo assim, aqui estão algumas maneiras práticas de aplicar os arquétipos em sua estratégia de marketing.

 

Torne a identidade da sua marca mais autêntica

Escolher um arquétipo que se alinha com os valores e personalidade da sua marca pode ajudar a definir uma identidade autêntica.

Por exemplo, se a sua marca busca inspirar a mudança e a superação, o arquétipo do “Herói” pode ser uma escolha ideal. Por outro lado, se a sua marca é centrada na busca pela liberdade e espontaneidade, o arquétipo do “Explorador” pode ser mais apropriado.

 

Cative o seu público com sua narrativa

Os arquétipos fornecem uma base sólida para criar narrativas cativantes.

Dessa forma, ao incorporar elementos relacionados ao arquétipo escolhido em suas histórias de marketing, você pode atrair a atenção do público de maneira mais eficaz.

Por exemplo, se você estiver usando o arquétipo do “Explorador”, suas histórias podem se concentrar em jornadas emocionantes, descobertas e explorações.

 

Defina seu tom de voz e a sua linguagem

Cada arquétipo tem uma linguagem e tom de voz distintos. O arquétipo do “Sábio”, por exemplo, pode usar uma linguagem mais ponderada e profunda, enquanto o arquétipo do “Bobo da Corte” pode adotar uma abordagem mais divertida.

Sendo assim, adaptar o tom de voz da sua marca ao arquétipo escolhido ajuda a criar uma consistência na comunicação com seu público.

 

Gere conexão emocional

Os arquétipos têm o poder de criar uma conexão emocional duradoura com os consumidores. Ao tocar nas emoções universais associadas a cada arquétipo, você pode construir uma relação mais profunda com seu público.

Por exemplo, o arquétipo do “Amante” evoca sentimentos de paixão e intimidade, o que pode ser eficaz para marcas que vendem produtos ou serviços ligados a relacionamentos e luxo.

 

Personalize e segmente seu público

Cada arquétipo atrai diferentes grupos de pessoas. Ao entender os perfis de público que se conectam com determinados arquétipos, você pode personalizar suas mensagens e estratégias de segmentação.

Dessa maneira você poderá direcionar suas campanhas com mais precisão, atingindo os corações daqueles que compartilham afinidades com o arquétipo escolhido.

Ao adotar uma abordagem estratégica para a aplicação dos arquétipos em sua estratégia de marketing, você pode elevar sua marca a um nível mais profundo de conexão com o público.

 

Como escolher o arquétipo da sua marca?

A escolha do arquétipo certo para a sua marca é um processo estratégico que requer compreensão profunda de seus valores, público-alvo e objetivos de marketing.

Dessa forma, siga este passo a passo para escolher o arquétipo mais adequado:

  1. Autoconhecimento da marca: Comece analisando a personalidade, valores e missão da sua marca. Pergunte a si mesmo que tipo de emoções e associações você deseja despertar nos consumidores.
  2. Conheça o seu público: Entenda o perfil do seu público-alvo. Quais são seus desejos, necessidades e valores? Escolher um arquétipo que ressoe com eles aumentará a conexão emocional.
  3. Identifique a proposta única: Qual é a sua proposta única de valor? O que diferencia sua marca da concorrência? Isso pode influenciar na escolha do arquétipo.
  4. Correlação com a história da marca: Se sua marca já possui uma história, veja se algum dos arquétipos se alinha naturalmente com essa narrativa.
  5. Explore combinações: Às vezes, uma combinação de arquétipos pode ser mais apropriada para refletir a complexidade da sua marca. Não tenha medo de explorar misturas criativas.
  6. Teste e valide: Após escolher um arquétipo, teste-o internamente e valide-o com um grupo de pessoas do seu público-alvo. Certifique-se de que ele realmente ressoa com eles.
  7. Acompanhe e Ajuste: Esteja disposto a monitorar o feedback do público e ajustar sua estratégia conforme necessário. A evolução é uma parte natural do processo.
  8. Adaptação ao longo do tempo: Lembre-se de que as marcas evoluem, e o arquétipo escolhido deve continuar relevante ao longo do tempo. Sendo assim, esteja preparado para revisitar essa escolha se necessário.

Escolher o arquétipo certo para a sua marca pode ser um catalisador para o sucesso do marketing. Ele ajuda a definir a voz, a mensagem e a percepção da sua marca, tornando-a mais memorável e envolvente para o público.

 

Impulsionando o sucesso da sua marca com arquétipos

Os arquétipos oferecem uma maneira poderosa de criar uma conexão emocional, contar histórias e destacar os valores da sua marca de uma forma memorável.

Dessa forma, a aplicação consistente do arquétipo em todos os aspectos da sua estratégia, desde a comunicação até o design, ajudará a construir uma identidade de marca coesa e autêntica.

Portanto, não subestime o poder dos arquétipos no marketing. Eles podem ser a chave para diferenciar a sua marca em um mercado competitivo e conquistar a lealdade de um público apaixonado.

Use essa ferramenta a seu favor, seja criativo e continue aprimorando sua estratégia com base nas respostas e feedbacks que você recebe.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

marketplace de criadores instagram

Um portfólio digital para criadores: Instagram traz marketplace de criadores para o Brasil

O novo recurso do Instagram que promete ser um portfólio digital para influenciadores chega ao Brasil e a outros sete países

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.