Google Bard agora pode acessar seus e-mails, organizar suas viagens e muito mais

O Google atualizou seu chatbot IA Bard e agora ele pode acessar outros aplicativos do Google, verificar veracidade das respostas etc.

O Google está lançando hoje uma versão mais capaz do Bard , seu chatbot de IA generativo e rival do ChatGPT, que agora permite verificar suas respostas, colaborar com outras pessoas e, principalmente, integrar-se aos próprios aplicativos e serviços do Google, incluindo Gmail, Docs, Drive, Maps, YouTube e Google Flights e hotéis.

Anunciado pela primeira vez no Google I/O, a empresa não lançou extensões imediatamente porque queria ter certeza de que o faria de uma forma que oferecesse uma experiência segura e confiável.

Jack Krawczyk, líder de produto da Bard, explica:

Queríamos ter certeza de que a maneira como levamos isso aos usuários está extremamente enraizada nos três princípios que temos, no que se refere à confiança que construímos com as pessoas que usam o Bard, que envolve transparência, escolha e controle.

Então, vamos começar dizendo que quando Bard interage com o Gmail, o Drive e o Docs, é somente quando um usuário optou por dizer que está tudo bem. E o usuário pode revogar essa permissão a qualquer momento.

 

Atenção à segurança no uso do das extensões do Bard

Além disso, a empresa deseja garantir que os usuários entendam como esses dados são ou não usados. Se você estiver usando dados pessoais trazidos do Gmail, Google Drive ou Docs, essas informações não serão usadas para aprendizado de reforço. Diz Krawczyk, esse é um elemento crítico para manter a confiança do usuário.

Ele observa que optar por usar o Gmail com o Bard não fornece a IA a capacidade de armazenar toda a sua caixa de entrada do Gmail. Em vez disso, ele pode ser direcionado a cada solicitação para encontrar informações em sua caixa de entrada usando sua capacidade de gerar uma chamada para o Gmail para encontrar algo que você solicitou. Além de não ser usado para aprendizado por reforço, o Google diz que nenhum revisor humano verá o e-mail que Bard acessa.

O líder de produto reforça:

É semelhante à forma como abordamos a filtragem de spam nos serviços do Google no passado: suas informações pessoais não são lidas, porque acreditamos que essa confiança é o pilar mais importante sobre o qual construímos.

É cedo e você perde alguma precisão, algumas das capacidades mais amplas porque não tem isso. Mas achamos que é um longo caminho para tornar esta tecnologia útil. E preferimos fazer isso direito. Faça isso na posição de construir confiança desde o início.

 


Como vão funcionar as extensões do Bard?

Depois que as extensões estiverem conectadas, no entanto, você pode pedir ao Bard para ler seus e-mails importantes e resumir o que você perdeu. Mas pode haver áreas onde isso fica aquém, à medida que o recurso é desenvolvido. Por exemplo, ele ainda não é capaz de encontrar as associações do seu clube do vinho e as próximas datas de entrega, se eles não dissessem especificamente “clube do vinho” em algum lugar do e-mail.

As novas extensões também podem funcionar juntas. Por exemplo, se você estivesse planejando uma viagem com amigos, Bard poderia recuperar as datas do seu tópico do Gmail que funcionavam melhor para todos e, em seguida, procurar informações em tempo real sobre voos e hotéis, obter direções do Maps para o aeroporto e até mesmo exibir vídeos do YouTube sobre coisas para fazer no destino — tudo na mesma conversa.

GIF extensão Bard
Imagem: Google

Para as extensões que não utilizam dados pessoais – YouTube, Voos, Hotéis e Mapas – você aceita automaticamente, mas pode optar por cancelar. A empresa diz que eventualmente deseja oferecer suporte a serviços de terceiros por meio do mesmo modelo de extensões, mas quer primeiro testar e aprender com o recurso usando seus próprios aplicativos e serviços próprios.

 

Botão “Google it” no Bard

Outro recurso atualizado é o botão “Google it” no Bard para verificar novamente a resposta do chatbot – uma melhoria que o Google diz aproveitar o trabalho do Google Research e do DeepMind.

Quando você toca no ícone “G”, cada frase que Bard escreveu é validada na pesquisa do Google para ver se há conteúdo na web para fundamentar a resposta. Quando a afirmação for avaliada, você pode clicar nas frases destacadas para saber mais por meio da Pesquisa Google.

Google it no Bard
Imagem: Google

Mas se a IA não tiver certeza, a frase pode ser destacada em laranja para indicar que sabe que esta parte da resposta pode estar errada. Isso deve ajudar os usuários a entender melhor quando a IA está “alucinando” – isto é, quando fornece uma resposta baseada em informações falsas. Este é um problema da IA ​​moderna, que pode gerar resultados com segurança, mesmo quando não possui os dados de suporte.

Estamos muito entusiasmados em dar este passo em direção à construção de confiança com modelos de linguagem. Claro, certamente queremos ser transparentes quando não estamos confiantes ou mesmo quando cometemos um erro. O recurso também ajudará a IA a melhorar à medida que aprende o que está errado com o feedback do usuário e então usa isso para criar um modelo melhor — diz Krawczyk.

 

Sistema colaborativo no Bard

Por fim, uma terceira atualização permite que os usuários do Bard colaborem entre si. Agora, quando outra pessoa compartilhar um bate-papo do Bard com você por meio de um link público, você poderá continuar a conversa e fazer perguntas adicionais sobre o mesmo assunto. Você também pode usar isso como ponto de partida para suas próprias ideias, diz o Google.

conversas compartilhadas no Bard
Imagem: Google

Junto com esses novos lançamentos, o Google está expandindo o acesso aos recursos existentes em inglês do Bard , incluindo a capacidade de fazer upload de imagens com o Google Lens, obter imagens de pesquisa em respostas e modificar as respostas do Bard – para mais de 40 novos idiomas.

Fonte: TechCrunch

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Google Ads

Checklist do Google Ads: 5 maneiras de auditar e otimizar suas campanhas

Aumente seu sucesso no Google Ads! Audite, otimize e direcione o público certo para maximizar o ROI e as conversões

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.