O marketing de influência está crescendo mais rápido do que anúncios tradicionais

Relatório do Insider Intelligence mostra que o investimento em marketing de influência está aumentando mais rápido do que de outros anúncios

O marketing de influência é uma consideração importante na maioria dos planos de marketing digital. Mas você sabia que os gastos com marketing de influência estão, na verdade, crescendo mais rápido do que o investimento em gastos regulares com publicidade?

Essa é uma das muitas descobertas do último relatório da indústria de influenciadores da Insider Intelligence, que analisa as principais tendências que estão impulsionando o investimento em marketing de influência e o que as marcas precisam levar em consideração em seus planos de publicidade.

Sendo assim, vamos dar uma olhada em alguma das principais notas desse relatório.

 

O grande crescimento do marketing de influência

Em primeiro lugar, o relatório destaca o crescimento do marketing de influenciadores e como as marcas precisam ajustar suas estratégias para se alinharem à nova tendência de influenciadores como grandes celebridades.

De acordo com a Insider:

A hora de agir é agora. Os gastos com marketing de influenciadores aumentarão cerca de 3,5 vezes mais rápido em 2023 do que os gastos com publicidade social. Isso é uma prova da resiliência dos criadores, mesmo em meio a preocupações económicas e a uma grande concorrência.

“O crescimento dos gastos com marketing de influência está ultrapassando o crescimento da receita publicitária em todas as principais plataformas sociais, 2023.”

Não é muito surpreendente ver os orçamentos de marketing com influenciadores aumentando em um ritmo mais rápido do que os anúncios normais, especialmente devido ao surgimento de plataformas mais criativas, como o TikTok, e vídeos curtos em geral.

Mas é importante notar que cada vez mais empresas procuram contar com os criadores para amplificar as mensagens das suas marcas, o que está a mudar a forma como os consumidores recebem esse conteúdo, podendo assim reduzir os impactos dos anúncios regulares.

 


Greve em Hollywood

Hollywood está em greve, pois é. Assim, a Insider também observa que a greve dos roteiristas de Hollywood poderia gerar mais oportunidades para o marketing de influenciadores, à medida que mais criadores buscam oportunidades alternativas para gerar renda (dentro dos limites da atividade de greve). Enquanto o impulso das plataformas sociais para conquistar os melhores talentos criativos também irá fornecer mais oportunidades para parcerias de marca.

Isso abrirá a porta para mais considerações de marketing de influência e poderá abrir caminho para novas campanhas de influenciadores mais impactantes, tornando mais fácil para as marcas trabalharem com esses usuários.

 

Os influenciadores são as novas celebridades

O relatório completo também inclui insights sobre como os influenciadores estão ganhando dinheiro por meio de uma gama cada vez maior de oportunidades.

“Como os criadores dos EUA ganham renda?”

A empresa também analisa como os influenciadores estão rapidamente se tornando os principais artistas de sua geração, com muitos deles atraindo agora muito mais interesse do que as estrelas do entretenimento tradicional.

Eles estão vindo para a TV. A tendência de conteúdo episódico de criadores está aumentando, com criadores de TikTok como Remi Bader e Ted Zhar apostando em vídeos previsíveis no estilo TV em seus canais.

Poucos criadores conseguiram passar para conteúdo de TV com roteiro em telas maiores, mas há interesse do consumidor nisso: quase dois terços dos adultos norte-americanos com idades entre 18 e 24 anos e cerca de metade daqueles com idades entre 25 e 34 anos provavelmente assistiriam a um programa de TV com roteiro ou filme com seu criador favorito — diz o relatório.

“Probabilidade de adultos nos EUA assistirem a um programa de TV ou filme com roteiro de seus criadores favoritos, por idade.”

 

Redes social ou plataforma de entretenimento?

Esse é outro grande elemento a ser levado em consideração. Com o tempo, as redes sociais estão se afastando dos aspectos “sociais” e se aproximando mais do entretenimento, novamente lideradas pelo TikTok, que se autodenomina uma “plataforma de entretenimento”

Dessa forma, os aplicativos sociais são agora menos elementos complementares e mais o evento principal, com as pessoas gastando cada vez mais tempo consumindo conteúdo em seus dispositivos móveis, percorrendo fluxos intermináveis ​​de vídeos curtos.

Em muitos casos, não é mais onde você vai discutir as últimas tendências de entretenimento, mas sim onde essas tendências se originam, o que pode se tornar uma consideração muito maior para quem busca maximizar o alcance do público.

Essas foram apenas alguns insights do relatório, que inclui muito mais observações e notas sobre a indústria de influenciadores e como nossos hábitos de consumo de mídia estão mudando de acordo com as últimas tendências.

Definitivamente digno de nota para o seu planejamento.

Você pode baixar o relatório completo do Insider Intelligence aqui.

Fonte: Social Media Today

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Google Ads

Checklist do Google Ads: 5 maneiras de auditar e otimizar suas campanhas

Aumente seu sucesso no Google Ads! Audite, otimize e direcione o público certo para maximizar o ROI e as conversões

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.