O que é marketing de influência? Saiba como desenvolver sua estratégia

Saiba o que é o marketing de influência, entenda como utilizá-lo da melhor forma e os erros que devem ser evitados para alcançar o sucesso

Há uma década, o cenário do marketing de influência era restrito a celebridades e alguns blogueiros dedicados.

No entanto, hoje em dia, os influenciadores de mídia social estão por toda parte, tornando-se uma profissão cada vez mais consolidada.

Independentemente do tamanho de seus seguidores, esses influenciadores têm um impacto significativo. Suas comunidades unidas promovem conexões autênticas, gerando confiança e engajamento.

Porém, para as marcas, trabalhar com criadores e influenciadores digitais requer uma abordagem refinada.

Sendo assim, estamos aqui para guiá-lo nesse processo, oferecendo dicas sobre como desenvolver uma estratégia eficaz de marketing de influência e destacando erros a serem evitados.

Leia nosso artigo para descobrir mais sobre essa poderosa estratégia e como aproveitá-la ao máximo.

 

O que é marketing de influência?

O marketing de influência é uma estratégia que envolve a colaboração entre marcas e influenciadores digitais para promover produtos, serviços ou causas.

Os influenciadores, que possuem uma base sólida de seguidores nas redes sociais, têm o poder de impactar as decisões de compra e moldar a opinião de seu público.

Por meio de conteúdo autêntico e envolvente, eles são capazes de gerar confiança e engajamento, o que pode resultar em maior visibilidade e alcance para as marcas.

Ao estabelecer parcerias com influenciadores relevantes para o seu nicho de mercado, as empresas podem alcançar uma audiência qualificada e construir relacionamentos genuínos com os consumidores.

 


Quais são os tipos de influenciadores?

A parceria com um influenciador com milhões de seguidores pode parecer um sonho tornado realidade — mas pode não ser a melhor opção para sua marca.

Alguns influenciadores têm públicos grandes e amplos, abrangendo vários dados demográficos. Outros possuem comunidades menores, mas mais direcionadas e engajadas.

Saber o que cada tipo de influenciador pode te oferecer em termos de alcance, abrangência, custo e engajamento é fundamental para escolher o certo para a sua marca.

Vamos dar uma olhada mais profunda nos vários tipos de influenciadores que existem.

 

Mega influenciadores ou celebridades

Esses influenciadores têm mais de 1 milhão de seguidores e geralmente incluem atores famosos, músicos, atletas e outras figuras públicas.

Seu status de celebridade permite cativar um público diversificado, tornando-os ideais para campanhas de conscientização de marca em larga escala.

Os mega influenciadores podem dar à sua marca uma exposição incomparável, mas a parceria com eles pode ser incrivelmente cara.

Além disso, como seu público geralmente é amplo, suas taxas de engajamento podem não ser tão altas quanto as de influenciadores com seguidores menores e mais específicos.

Aqui estão algumas empresas que podem se beneficiar do trabalho com mega influenciadores:

  • Grandes corporações empresariais que têm orçamento e recursos;
  • Marcas que visam um público amplo com características variadas;
  • Marcas de luxo ou sofisticadas que desejam criar uma sensação de exclusividade.

 

Macroinfluenciadores

Com seguidores que normalmente variam de 100.000 a 1 milhão, os macroinfluenciadores são personalidades estabelecidas em seus respectivos nichos.

Esses influenciadores conquistaram sua reputação por meio da criação e envolvimento consistentes de conteúdo ao longo do tempo e agora são líderes em seu nicho.

Os macroinfluenciadores oferecem uma abordagem mais direcionada em comparação com as celebridades, pois seus seguidores geralmente compartilham interesses comuns.

Colaborar com macroinfluenciadores pode fornecer um alcance substancial à sua marca, mas ainda pode ser relativamente caro, dependendo do seu orçamento.

Aqui estão alguns exemplos de marcas que podem funcionar com macroinfluenciadores:

  • Startups que buscam rápida exposição, crescimento e credibilidade;
  • Organizações sem fins lucrativos que buscam arrecadar fundos e conscientizar;
  • Hotéis e companhias aéreas que visam um público específico, mas grande.

 

Microinfluenciadores

Com 10.000 a 100.000 seguidores altamente engajados, os microinfluenciadores são as estrelas em ascensão do marketing de influência. Eles costumam ter forte presença em plataformas específicas, como Instagram, YouTube e TikTok.

Os profissionais de marketing adoram trabalhar com microinfluenciadores à medida que cativam um público apaixonado e de nicho com seu conteúdo criativo, recomendações relacionáveis e interações genuínas.

Eles também são mais acessíveis do que influenciadores maiores. Mas isso não significa que sejam ineficazes. Estudos mostram que os microinfluenciadores têm uma taxa de engajamento 60% maior do que os macroinfluenciadores e podem gerar 20% mais conversões para sua marca.

 

Nanoinfluenciadores

Os nanoinfluenciadores têm menos de 10.000 seguidores. Mas esses influenciadores costumam ter fortes conexões com seu público, graças ao seu conteúdo pessoal e envolvimento autêntico.

Embora ofereçam o menor alcance, os nanoinfluenciadores podem ser excelentes parceiros para empresas que buscam atingir comunidades e dados demográficos específicos sem gastar muito.

Não é de admirar que cada vez mais marcas estejam interessadas em fazer parceria com nanoinfluenciadores.

Além disso, eles trabalham em uma escala pequena, sendo assim eles podem dedicar mais tempo e esforço a parcerias individuais.

Isso significa conteúdo mais personalizado para sua marca e relacionamentos pessoais em comunidades de nicho.

Aqui estão alguns exemplos de marcas que podem funcionar com nanoinfluenciadores:

  • Negócios locais direcionados a comunidades, cidades ou regiões específicas
  • Pequenas empresas com orçamentos limitados que desejam executar campanhas econômicas
  • Empresas de alimentos artesanais, caseiras ou especializadas que atingem um público de nicho interessado em seus produtos exclusivos

 

Por que usar o marketing de influência?

Considerando que 56% dos jovens americanos compraram um produto depois de ver uma postagem de alguém que seguem, o marketing de influência pode ser uma ferramenta de marketing incrivelmente poderosa para sua marca.

De acordo com o Influencer Marketing Hub, a indústria atingiu US$ 16,4 bilhões em 2022. Espera-se que esse número cresça para US$ 21,1 bilhões em 2023.

Tamanho do marketing de influência

Dos entrevistados, 83% disseram que o marketing de influência é uma forma eficaz de marketing. O relatório também observou que 67% dos profissionais de marketing planejam aumentar seus orçamentos.

E agora que você sabe onde estamos no setor, vamos examinar alguns dos principais problemas que os profissionais de marketing geralmente enfrentam ao navegar no mundo do marketing de influenciadores.

 

 

Erros de devem ser evitados no marketing de influência

Quando se trata de marketing de influência, o potencial de recompensas é imenso, desde que seja executado corretamente.

No entanto, existem algumas armadilhas que devem ser evitadas para garantir colaborações harmoniosas com influenciadores e obter resultados de campanha bem-sucedidos.

Dessa maneira, aqui vão alguns insights valiosos para ajudar você a navegar por essas armadilhas, maximizando o impacto de suas parcerias com influenciadores e alcançando seus objetivos de marketing com sucesso.

 

Não definir metas e KPIs claros

Vamos começar do início, saiba por que você está fazendo isso em primeiro lugar.

A parceria com um influenciador é muito importante – você precisa ser claro sobre o propósito e os objetivos de sua campanha.

Aqui estão algumas maneiras pelas quais definir metas com antecedência pode ajudá-lo:

  • Escolha os influenciadores certos: definir metas ajuda a identificar as características e qualidades específicas que você precisa em um influenciador para alcançar esses resultados. Por exemplo, se seu objetivo é aumentar o reconhecimento da marca, você pode encontrar influenciadores que tenham uma forte presença e alcance em seu nicho.
  • Defina e meça o sucesso: o que o sucesso significa para você? É o número de impressões, engajamento de postagem ou a quantidade de tráfego que chega ao seu site? Defina quais KPIs e métricas rastrear durante e após a campanha para avaliar o desempenho de sua campanha de influenciadores.
  • Mantenha todos no caminho certo: definir metas claras garante que tanto a marca quanto o influenciador estejam trabalhando em um objetivo comum. Isso facilita a comunicação eficaz e o feedback construtivo, economizando o valioso tempo de todos.
  • Responsabilize os influenciadores: estabelecer expectativas claras e benchmarks de desempenho faz com que os influenciadores se sintam responsáveis. Eles conhecem os resultados que precisam fornecer e se concentrarão na criação de conteúdo alinhado com esses objetivos.

 

Priorizar a contagem de seguidores em vez do engajamento

Um grande número de seguidores nem sempre se traduz em alto engajamento.

É totalmente possível que um influenciador tenha milhões de seguidores passivos, mas um engajamento extremamente baixo.

Em vez disso, faça parceria com influenciadores com um público engajado e leal.

Um punhado de pessoas que confiam no influenciador são mais valiosos para sua marca do que milhares de seguidores indiferentes que provavelmente não converterão.

Você pode observar as métricas de engajamento, comentários e interações do influenciador, bem como resultados anteriores de outras marcas para avaliar seu nível de influência e simpatia.

 

Negligenciar a pesquisa do influenciador

Escolher os influenciadores errados pode custar tempo e dinheiro valiosos à sua empresa e isso acontece com mais frequência do que você pensa.

A pesquisa mostra que 72% das empresas realizam campanhas de influenciadores internamente, pois desconfiam de influenciadores falsos e resultados medíocres.

Uma solução fácil é fazer sua lição de casa antes de assinar uma parceria. Verifique influenciadores para garantir que eles compartilhem sua visão e complementem a personalidade de sua marca.

Aqui estão algumas áreas-chave a serem observadas ao pesquisar influenciadores para sua marca:

  • Dados demográficos do público: estude os seguidores do influenciador para garantir que sua campanha alcance o público certo. Analise fatores como idade, sexo, localização e interesses para determinar se eles provavelmente se tornarão seus clientes.
  • Interações, voz e conteúdo: observe a taxa de engajamento do influenciador, o tom de voz que ele usa e o tipo de conteúdo que ele cria. Por exemplo, se sua marca tem uma imagem divertida e casual, a parceria com um influenciador conhecido por seu conteúdo formal e voltado para negócios pode não ser a melhor opção.
  • Autenticidade e influência: parcerias forçadas podem parecer falsas e prejudicar sua campanha e a imagem da marca. Na verdade, a autenticidade é a característica mais importante para os usuários ao decidir seguir um influenciador nas mídias sociais. Colabore com influenciadores que realmente amam sua marca e seus produtos. Seus seguidores confiam neles por um motivo e você não quer que sua marca atrapalhe a credibilidade deles (e sua).
  • Experiência com conteúdo de marca: o influenciador já trabalhou com outras marcas no passado? Eles já trabalharam com seus concorrentes? Examine cuidadosamente seu conteúdo para identificar qualquer bandeira vermelha e avaliar o valor que eles podem fornecer.

 

Escrever briefings mal construídos

Elaborar briefings bem estruturados é a chave para maximizar suas campanhas de marketing de influenciadores.

Um bom briefing fornece aos influenciadores os detalhes e recursos necessários para representar sua marca de maneira eficaz, sem ser excessivamente restritivo.

Aqui está um rápido resumo sobre o que incluir no seu briefing:

  • Qual é o principal objetivo da sua campanha? O que você espera alcançar?
  • Qual é o histórico da sua empresa? Qual é a sua marca e quais produtos você está vendendo?
  • Quais são os principais benefícios, recursos e diferenciais do seu produto?
  • Quem é seu público alvo? Inclua uma persona do público, se você tiver uma.
  • Qual é o seu orçamento para esta campanha?
  • Você tem uma linha do tempo em mente?
  • Você quer que o influenciador use os ativos de sua marca? Forneça a eles seu logotipo, cores e fontes, se necessário.

Não se esqueça de informar aos influenciadores quaisquer palavras ou ideias a serem evitadas em seu conteúdo. Por exemplo, se você é uma marca ecológica, informe ao influenciador que a sustentabilidade é um valor fundamental e que ele deve evitar o uso de plástico e outros produtos nocivos em seu conteúdo.

 

Restringir a liberdade criativa do influenciador

Embora briefings abrangentes sejam importantes, existe muita informação.

Evite exagerar nas suas orientações. Você não precisa ditar as palavras ou ações exatas do influenciador. Fazer isso pode sufocar a liberdade criativa do influenciador, resultando em um conteúdo que parece roteirizado e não autêntico.

Deixe-os adicionar seu próprio toque. Lembre-se, eles são os especialistas quando se trata de criar conteúdo que seu público ama e confia. Sua marca só precisa apoiá-los com os recursos necessários para criar um ótimo conteúdo.

 

Não definir expectativas antecipadamente

Estabelecer expectativas claras de antemão permite uma colaboração tranquila e produtiva. O resultado? Uma campanha de sucesso alinhada com seus objetivos.

Certifique-se de concordar com os seguintes itens com antecedência:

  • Cronograma e entregas: descreva claramente o cronograma da campanha, incluindo datas de início e término, bem como prazos para envio e publicação de conteúdo. Além disso, especifique as entregas necessárias, como o número de postagens, histórias ou vídeos que o influenciador precisa criar.
  • Pagamento e termos: concorde com a estrutura de pagamento, seja uma taxa única, retenção contínua ou remuneração baseada em desempenho. Discuta o cronograma de pagamento e quaisquer termos adicionais, como bônus por desempenho excepcional ou penalidades por prazos não cumpridos.

 

Focar nas métricas erradas

O marketing de influenciadores pode oferecer mais benefícios ao seu negócio do que apenas aumentar as vendas. Fixar-se apenas em conversões e dados de receita pode levar as marcas a pensar que suas campanhas não estão funcionando.

Aqui estão algumas outras métricas a serem consideradas ao medir o impacto de suas campanhas:

  • Métricas de engajamento: avalie curtidas, comentários e compartilhamentos para entender a ressonância do conteúdo e a interação do público.
  • Métricas de reconhecimento da marca: avalie visualizações, cliques e tráfego do site para avaliar o alcance da campanha e o interesse do público.
  • Crescimento de seguidores: rastreie novos seguidores para determinar o impacto do influenciador na visibilidade da marca e na expansão do público.
  • Leads de entrada: acompanhe o número de consultas e mensagens que sua marca recebe para analisar o impacto da campanha na geração de leads de entrada.

Agora que você está ciente dos possíveis desafios do marketing de influenciadores e como evitá-los, vamos ver como criar uma estratégia de marketing de influenciadores eficaz para sua marca.

 

Como criar uma estratégia de marketing de influenciadores em 5 passos

Embora o marketing de influenciadores do Instagram seja uma estratégia bem conhecida, existem muitas outras redes que estão crescendo para os influenciadores.

Plataformas como TikTok, YouTube e Snapchat têm seu próprio conjunto de influenciadores com diferentes dados demográficos.

Mas, como qualquer tática de marketing, um programa de influenciadores exige direcionamento e planejamento deliberados.

Você não encontrará sucesso estratégico apenas enviando coisas gratuitas para todos que pedirem ou para seus amigos e conhecidos existentes.

Abaixo estão algumas dicas para criar campanhas de marketing de influenciadores bem-sucedidas.

 

1. Encontre influenciadores e entenda sua estrutura de pagamento

Ao planejar uma estratégia de marketing de influenciadores, a pesquisa desempenha um papel crucial.

Escolha uma plataforma em que deseja focar inicialmente e analise onde as pessoas estão discutindo sua indústria e marca por meio da escuta social.

Identificar as vozes mais influentes em sua indústria e determinar o tipo de influenciador que deseja trabalhar são passos importantes.

Considere se prefere celebridades com muitos seguidores, microinfluenciadores com menos de 2.000 seguidores ou algo intermediário. Tenha em mente que o orçamento e a remuneração podem variar de acordo com o tipo de influenciador escolhido.

Avalie o ROI (retorno sobre o investimento) esperado e como as postagens de influenciadores contribuirão para suas metas de marketing.

 

2. Defina um orçamento e uma estratégia de gestão

Ao criar seu orçamento para o marketing de influenciadores, leve em consideração as diferentes taxas de remuneração e o tempo necessário para planejar, executar e revisar seu programa.

Esteja preparado para o acompanhamento cuidadoso, pois os influenciadores são humanos e podem enfrentar atrasos ou cometer erros em suas postagens.

Cultive relacionamentos com influenciadores, aprendendo com a experiência o que funciona em seu nicho.

Para marcas que buscam um grupo maior de influenciadores, contratar uma agência de marketing de influenciadores pode ser uma opção vantajosa.

 

3. Decida os objetivos da campanha e as mensagens

Quando se trata de marketing de influenciadores, é importante identificar as necessidades específicas da sua marca, em vez de apenas buscar objetivos amplos, como reconhecimento e vendas.

Defina suas metas com base nas necessidades da sua marca, como atingir um público mais jovem ou expandir para um novo grupo de usuários.

Os influenciadores têm o poder de alcançar audiências altamente segmentadas, garantindo que pessoas interessadas no seu produto se envolvam com seu conteúdo.

A abordagem conversacional e pessoal dos influenciadores diferencia suas postagens das tradicionais, destacando a importância da mensagem alinhada à sua campanha.

 

4. Estabeleça contato com influenciadores

No processo de pesquisa para encontrar os influenciadores certos para sua campanha, leve em consideração alguns pontos importantes:

  • Verifique se o influenciador já publica sobre temas relacionados aos seus serviços, garantindo que haja alinhamento de conteúdo.
  • Analise a autenticidade da conta, observando o engajamento e evitando seguidores falsos ou spam.
  • Verifique se o influenciador possui experiência anterior com marcas semelhantes, procurando por um portfólio de trabalhos.
  • Utilize ferramentas de análise de mídia social para identificar potenciais influenciadores em diferentes plataformas.
  • Em seguida, determine a melhor forma de entrar em contato, seja através de mensagem privada ou consultando as informações de contato disponíveis em suas biografias.

 

5. Revise e refine sua estratégia

Mesmo que sua campanha de marketing de influenciadores esteja em andamento, você ainda deve ter marcos pré-determinados nos quais medirá seu progresso.

 

Crie uma estratégia de marketing de influenciadores bem-sucedida para sua marca

Crie uma estratégia de marketing de influenciadores bem-sucedida para sua marca e esteja preparado para se adaptar às mudanças em constante evolução.

Embora o mundo do marketing de influenciadores esteja em constante transformação, as etapas fundamentais para configurar uma campanha continuam as mesmas.

Realize pesquisas, defina um orçamento, estabeleça metas claras, encontre os influenciadores certos e acompanhe de perto os resultados para análise e revisão.

Este guia serve como ponto de partida, mas lembre-se de que a flexibilidade é essencial para alcançar o sucesso nesse ambiente em constante movimento.

Fonte: adaptado de Sprout Social

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Google Ads

Checklist do Google Ads: 5 maneiras de auditar e otimizar suas campanhas

Aumente seu sucesso no Google Ads! Audite, otimize e direcione o público certo para maximizar o ROI e as conversões

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.