A magia da IA na publicidade: Volkswagen emociona com dueto entre Elis Regina e Maria Rita

Volkswagen celebra seus 70 anos com uma campanha que une passado e futuro através da IA e cria dueto virtual entre Elis Regina e Maria Rita

A Volkswagen do Brasil comemorou seus 70 anos de história de forma marcante ao lançar uma campanha publicitária que emocionou o público e reacendeu a memória de uma das maiores vozes da música brasileira: Elis Regina.

Utilizando avançada tecnologia de inteligência artificial (IA), a marca promoveu um emocionante dueto virtual entre Elis, falecida em 1982, e sua filha, Maria Rita, por meio da icônica canção “Como Nossos Pais”.

Essa inovadora propaganda, que uniu passado e futuro, despertou uma enxurrada de emoções, gerando discussões sobre o uso da IA no mundo da música e na publicidade.

Sendo assim, vale a pena mergulhar nos bastidores desse comercial memorável da Volkswagen, revelando como a IA possibilitou esse encontro nostálgico, a repercussão gerada nas redes sociais, bem como algumas lições que podem ser retiradas dessa peça publicitária.

 

O papel da IA na publicidade

A IA tem cada vez mais se mostrado uma ferramenta poderosa e que pode revolucionar o mundo da publicidade e a forma que as marcas se comunicam com o público.

Essa campanha da Volkswagen serviu para mostrar o potencial dessa tecnologia ao criar um encontro emocionante entre Maria Rita e Elis Regina.

A utilização da IA possibilitou não apenas a reprodução virtual da voz de Elis Regina, mas também a recriação de seus movimentos faciais de forma surpreendente.

Por meio da técnica conhecida como deepfake, que utiliza o reconhecimento facial e combinação de dados, a imagem de uma atriz dublê foi transformada para que ela se assemelhasse à icônica cantora.

 

A nostalgia e o impacto emocional

A abordagem inovadora criou uma experiência única e emocional ao permitir recriar a presença marcante de Elis Regina, mesmo após mais de quatro décadas de sua partida.

Esse encontro virtual entre mãe e filha, impulsionado pela IA, gerou um impacto profundo no público, despertando memórias afetivas e emocionando milhões de pessoas.

Não somente o encontro entre as duas personalidades gerou esse sentimento, mas também a grande sacada de “Volkswagen, sucesso que passa de geração em geração”, com alguns clássicos marcantes da marca aparecendo de forma saudosa durante a música.

GIF: gerado por meio do vídeo da Volkswagen

Ao unir a nostalgia de uma das maiores vozes da música brasileira com a inovação tecnológica, a Volkswagen conquistou a atenção e o coração do público, revelando a publicidade como algo que vai além de simplesmente vender produtos, e sim uma forma de arte, capaz de tocar profundamente as pessoas.

 


O processo por trás do comercial

A produção do comercial da Volkswagen envolveu um cuidadoso processo de pesquisa, seleção da música “Como Nossos Pais” e utilização de tecnologia de IA e deepfake.

A agência AlmapBBDO realizou uma pesquisa para resgatar a essência da marca Volkswagen e sua história de 70 anos no Brasil, buscando elementos nostálgicos para conectar com o público.

Dessa maneira, chegaram a escolha estratégica da música “Como os Nossos Pais”, um dos maiores sucessos de Elis Regina e que se tornou um verdadeiro hino para várias gerações.

A letra da canção, escrita por Belchior, aborda a passagem do tempo, a busca por identidade e a reflexão sobre a vida. Esses temas se alinhavam perfeitamente com a proposta da campanha, que buscava unir o passado e o futuro, as memórias e a evolução da marca.

Além disso, a tecnologia de IA e deepfake foi usada para recriar a imagem de Elis Regina. Com base em um extenso banco de dados de fotos e vídeos, uma atriz dublê foi transformada para se assemelhar à cantora, reproduzindo movimentos faciais e expressões com fidelidade.

Esse processo exigiu meses de trabalho, envolvendo técnicas avançadas de reconhecimento facial e colaboração com uma empresa de pós-produção americana.

A união da pesquisa, seleção da música e aplicação da tecnologia de IA e deepfake resultou no emocionante encontro virtual entre Maria Rita e Elis Regina no comercial da Volkswagen.

 

A repercussão nas redes sociais

O comercial gerou uma grande repercussão nas redes sociais, com uma ampla variedade de reações por parte do público.

Diversos usuários expressaram suas emoções e compartilharam o vídeo, o que resultou em milhões de visualizações e um alto nível de engajamento.

Muitos comentários foram carregados de nostalgia, elogiando a união das duas gerações de cantoras e o resgate da memória de Elis Regina.

Houve uma catarse coletiva, em que as pessoas enxergaram na campanha uma oportunidade de reviver momentos marcantes da história da música brasileira e conectar-se com a poesia da propaganda.

No entanto, o uso de inteligência artificial e deepfake também gerou controvérsias e críticas.

Alguns usuários compararam a situação a um episódio de Black Mirror, questionando a ética por trás do uso da IA para “reviver” pessoas ou recriar interações com artistas falecidos.

Essas diferentes reações evidenciam o impacto do comercial da Volkswagen, que despertou emoções intensas e suscitou debates sobre os limites da tecnologia e a preservação da autenticidade artística.

De qualquer forma, a propaganda está em Top 2 dos vídeos mais assistidos do YouTube, com quase 800 mil visualizações; e o Reel oficial da marca já conta com mais de 2 milhões de visualizações em apenas um dia do lançamento.

Confira a propaganda completa:

YouTube video

 

O que os profissionais de marketing podem tirar do comercial da Volkswagen?

O comercial da Volkswagen oferece algumas lições que podem ser de grande valia para os profissionais de marketing.

Nele, destaca-se a importância de evocar emoções genuínas e criar conexões profundas com o público.

A nostalgia foi habilmente explorada, demonstrando como resgatar elementos do passado pode despertar um sentimento de identificação e apego emocional aos produtos ou serviços da marca.

Além disso, a campanha reforçou a relevância da criatividade e inovação na publicidade, ao utilizar tecnologias avançadas para proporcionar experiências únicas.

Entretanto, é fundamental considerar os aspectos éticos e sensíveis ao utilizar IA e deepfake, levando em conta o impacto emocional e as possíveis reações do público.

Combinando tais abordagens, os profissionais de marketing podem alcançar um equilíbrio entre o passado e o futuro, criando campanhas memoráveis e significativas que deixam uma marca duradoura na mente e no coração dos consumidores.

Com informações de Meio e Mensagem e Garagem 360

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Google Ads

Checklist do Google Ads: 5 maneiras de auditar e otimizar suas campanhas

Aumente seu sucesso no Google Ads! Audite, otimize e direcione o público certo para maximizar o ROI e as conversões

Não pague à Apple! Meta compartilha dicas para evitar taxas de impulsionamento de posts

A Meta publicou um infográfico dando quatro dicas para anunciantes evitarem a taxa de 30% da Apple ao impulsionar seus anúncios

Telegram ou WhatsApp? O que usar no seu marketing

Telegram ou WhatsApp: qual usar no seu marketing?

Telegram ou WhatsApp? Qual usar dentro das suas estratégias de marketing? A resposta não é tão simples quanto parece.

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.