Como alavancar o seu negócio usando grupos do WhatsApp

Saiba como o WhatsApp pode ser uma grande ferramenta para te ajudar na captação de leads nos seus Lançamentos Digitas

Mais lidas!

MESTRES & EXPERTS

A opinião e análise de quem faz resultado no mundo digital.

Importante:

Este texto foi produzido por um de nossos colunistas convidados. Os comentários, análises e opiniões expressos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do Pixeld ou de seus controladores.

MODELO FOTO (16)

Caro marketeiro, talvez você já tenha notado que, em vários eventos de lançamentos, os players têm colocado uma “página de obrigado’’ após o cadastro na página de captura, com fortes indicações para o visitante entrar em um grupo do WhatsApp.

Nesse instante você pode até se perguntar o motivo dessa ação e o motivo pelo qual o e-mail marketing já não é mais suficiente nos dias de hoje.

Assim, neste artigo vamos falar sobre as vantagens de usar esse artifício que está gerando um aumento no faturamento de diversos players (inclusive os Big Players) e que pode fazer o mesmo por você.

Captura de Tela: Ignição Digital

 

Como o WhatsApp mudou a comunicação dos brasileiros

Primeiramente, você deve compreender que o brasileiro mudou a sua forma de interagir com as pessoas, através da internet há alguns anos.

Até um tempo atrás, todo mundo se comunicava tradicionalmente por chamadas telefônicas, mas, com popularização da internet, as coisas começaram a ficar mais interativas e modernas.

Passamos a conversar através de ferramentas como ICQ, MSN Messenger, Scraps do Orkut nos computadores de mesa — e se você está entendendo tudo, já sabemos sua idade. 

Com a popularização dos celulares de telas touch, diversas tecnologias foram adaptadas para os dispositivos móveis e muitas delas estavam de olho nesse mercado, antes mesmo de serem monopolizados pelas big tech da comunicação.

 


O início viral do “zap-zap”

O WhatsApp teve um início viral, marcado por uma rápida disseminação entre os usuários.

Sua popularidade ganhou impulso ao oferecer uma alternativa inovadora às comunicações tradicionais, especialmente diante dos altos custos das ligações para celulares na época.

A semelhança com o antigo MSN, aliada à praticidade de funcionar via dados móveis, contribuiu para sua rápida adoção.

Esse sucesso inicial pode ser atribuído à capacidade do WhatsApp de proporcionar uma nova forma de comunicação instantânea, estabelecendo uma conexão fácil e eficiente entre as pessoas, independentemente de suas localizações e dispositivos utilizados.

 

A febre que veio para ficar

O apego construído pelas interações com amigos, familiares e contatos profissionais fizeram essa tecnologia se popularizar de forma orgânica, ao ponto de que até as pessoas mais resistentes à tecnologia aderiram à ferramenta.

Hoje, essa tecnologia é responsável, majoritariamente, por toda a comunicação feita no Brasil, o que faz com que nossas atenções estejam completamente voltadas a isso, dezenas ou centenas de vezes por dia, e este é o ponto que queremos chegar.

O fato dessa tecnologia ter se tornado um hábito do brasileiro fez com que a taxa de visualização de qualquer mensagem enviada seja enorme.

 

As diferenças das taxas de visualização de mensagem

A principal ferramenta da comunicação digital que toda a população mundial adotou nos primórdios da internet foi o e-mail. Você já parou para se perguntar quanto tempo faz que você criou a sua primeira conta de e-mail?

Pois é, tem muita história ali documentada, porém, esse canal tem enfrentado milhares de problemas os quais enfraqueceram o seu potencial ao longo dos anos.

Primeiramente, as caixas de entrada vêm sofrendo com o crescimento contínuo de mensagens indesejadas, os chamados SPAMs.

Por muito tempo, isso foi considerado uma praga, em que muitos países adotaram leis de regulamentação, outros consideraram uma infração, colocando nas provedoras de e-mail a responsabilidade de combater isso.

Mas é aí que veio o grande problema.

 

O fim da era de ouro do E-mail Marketing

Tendo em vista o gigantesco volume de mensagens enviadas, os provedores do serviço de e-mail tiveram que desenvolver uma nova tecnologia para combater esse problema. Mas sem poder ferir a privacidade dos usuários, foram desenvolvidas soluções pelos provedores como inteligência artificial e filtros de conteúdo.

Essa tecnologia utiliza um algoritmo que lê as características das suas mensagens, analisando “diversos critérios” e avaliando se elas devem ser chegar na caixa de entrada ou não.

Porém, os problemas são os critérios utilizados, pois cada provedora usa os seus e aplica diferentes parâmetros de forma bastante subjetiva e pouquíssimo clara. De maneira que, mesmo seguindo as boas práticas e respeitando as leis gerais, muitos acabam caindo em caixas de spam indevidamente, ainda que o usuário sinalize que deseja receber..

Sim! Isso é um problema que tem feito muitas empresas de publicidade quererem arrancar os cabelos! E com nós, marketeiros, a coisa não seria diferente.

 

WhatsApp vs. e-mail

Tendo em vista a dificuldade para que o conteúdo chegue até as pessoas da sua lista de e-mail, a atenção dos players estaria voltada para o WhatsApp.

Primeiramente pela velocidade de comunicação, pois as mensagens enviadas por e-mail podem levar horas ou, até mesmo, dias para serem abertas. No caso do WhatsApp, você envia a sua mensagem e a recepção e engajamento delas é dezenas de vezes mais rápida, quase que de imediato.

De acordo com a Meta, cerca de 120 milhões de brasileiros estão ativos no WhatsApp todo mês, sendo que a taxa de visualização de conteúdo é, em média, de 70%.

Ao compararmos as visualizações de mensagens do WhatsApp e do e-mail, a diferença é descomunal. O e-mail fica na lanterna, com uma taxa estimada entre 5% e 10%.

Além disso, com o WhatsApp você pode enviar mensagens de vídeo e áudio, o que torna muito mais fácil a comunicação com a sua audiência, funcionalidade que, infelizmente, o e-mail marketing não comporta.

Ou seja, nesse comparativo, o WhatsApp ganha de lavada.

 

Uso do WhatsApp em Lançamentos Digitais

Agora que você está ciente das vantagens do WhatsApp, a opção de não usar o aplicativo em suas próximas ações pode fazer com que você deixe muito dinheiro na mesa.

Uma das formas mais comuns para começar a utilizar esse recurso a seu favor é por meio dos grupos de WhatsApp.

Em nível de captação, devem ser criados grupos restritos, os quais somente você ou os responsáveis pelo seu negócio irão publicar conteúdos importantes para o seu evento.

É importante que os grupos dos seus lançamentos sejam restritos, para que você se certifique de que todos os participantes terão acesso às informações importantes.

É importante deixar o grupo restrito, pois imagine as 256 pessoas fazendo comentários ao mesmo tempo, uma enxurrada de informações e mensagens, ofuscando os conteúdos realmente importantes para o seu negócio. Isso pode fazer com que os integrantes desistam do grupo e, simplesmente, queiram sair.

 

Uso prático no seu Lançamento

Das mensagens que você planeja disparar, você deve priorizar aquelas que buscam aquecer a sua audiência, informar sobre a proximidade do evento, além de notificar quando houver abertura e fechamento do carrinho.

Essas mensagens precisam ser ajustadas para o tamanho do WhatsApp, algo mais responsivo, dinâmico e que seja apresentada na tela dos participantes do grupo, sem parecer um textão.

Além disso, no período de abertura você precisará postar uma mensagem que abra um chat particular com você e a sua equipe para realizar o procedimento de recuperação de vendas.

 

Ferramentas que podem transformar o WhatsApp em uma máquina de vendas

Nós sabemos que a organização dos grupos exige um trabalho um pouco mais manual, até porque, nativamente, o WhatsApp não fornece alguns recursos como agendamento de mensagem e programação de conteúdo.

Para isso, temos algumas ferramentas complementares de gestão, organização, disparo em massa, criação de dezenas e até centenas de grupos de forma simultânea.

Dentre algumas ferramentas pagas e testadas, temos:

  • Joinzap
  • DevZap
  • MeugrupoVIP
  • Builderall

Esses recursos trazem funções extras, que permitem automatizar o máximo das interações, sem depender de enviar mensagens uma por uma.

Alguns até oferecem meios de rastreamento dos seus prospectos e, até mesmo, criam relatórios para avaliação de métricas e fluxo de funil do WhatsApp.

Outras ferramentas possuem um sistema de automação, que utiliza a inteligência artificial e um chatbot para responder e interagir com os seus leads em tempo real.

 

Mas nem tudo são flores

O WhatsApp não foi uma ferramenta pensada para esse tipo de finalidade. Ele foi adquirido pela Meta por de 1 bilhão, com um objetivo real de não o deixar crescer ao ponto de se tornar um competidor a altura.

É por isso que o uso do WhatsApp tem regras muito restritas, a ponto de que as políticas e termos de serviço garantem o direito de bloquear sua linha, arbitrariamente, por razões bem subjetivas e sem aviso prévio.

Isso tem trazido uma dor de cabeça gigantesca para diversos infoprodutores, em que, durante o período de lançamento, tiveram suas linhas banidas e ficaram sem acesso à audiência construída dentro dos grupos.

Por isso, é preciso ter cuidado. Tenha mais de 3 linhas como administradoras, para que, caso uma delas acabe sendo bloqueada, você tenha as demais para continuar operando e evitar a perda do grupo.

 

Os riscos de golpes e prejuízos nos grupos de WhatsApp

Além disso, já sabemos que existem muitas pessoas mal-intencionadas no mundo e que, muitas delas, utilizam o próprio WhatsApp para lesar pessoas e aplicar os mais diferentes golpes.

Isso pode acontecer também nos grupos de WhatsApp. Pessoas mal-intencionadas podem querer se passar por você ou por alguém da sua equipe, oferecendo produtos por um valor mais baixo ou mesmo promovendo a pirataria do seu material.

Então é necessário se precaver para combater esses tipos de ações, deixando as regras claras na descrição do grupo para que tomem cuidado com possíveis contatos realizados por terceiros e que não sejam administradores do grupo.

Além disso, um apoio jurídico pode te ajudar a ter maior segurança para combater esse tipo de situação e busque coibir ações que possam, de alguma forma, manchar o seu negócio. Então, é interessante que você dedique parte da sua atenção ao suporte para coletar provas ou evidências de que essas pessoas possam ser não só identificadas, mas punidas ao rigor da lei.

 

Quanto mais informações do seu lead, melhor!

Para obter melhores resultados, você deve fazer uma mescla de captura do e-mail com os grupos de WhatsApp logo na sequência.

Apesar da baixa taxa de visualização, os e-mails ainda concentram a integração de vários serviços no Facebook, Google, TikTok, Instagram, Youtube e outras plataformas.

Com isso, você consegue encontrar a pessoa que faz parte do seu público, independentemente da plataforma, fazer um trabalho de remarketing e aparecer para ela onde quer que ela esteja na internet.

Caso você pretenda fazer uma sequência de lançamentos, experimente fazer, em um deles, a captura somente de grupos de WhatsApp. Depois compare as métricas de abertura, visualização, cliques e conversões ao final do lançamento e analise qual estratégia funciona melhor para seu negócio.

 

O que fazer quando a audiência crescer demais?

Experimente utilizar algumas das ferramentas recomendadas neste artigo, pois elas são capazes de melhorar os seus resultados, principalmente no quesito de recuperação de vendas e suporte na hora de abrir e fechar o carrinho.

Agora, fora dos períodos de lançamento, você pode movimentar esse grupo, compartilhando conteúdos que engajem as suas demais redes sociais. Assim, você aquece o interesse dos participantes na sua transformação, preparando a sua audiência para o próximo lançamento.

E o mais interessante: você cultiva mais uma fonte de acesso direto a sua audiência, com mais liberdade e menor interferência das redes sociais sobre o alcance do seu conteúdo ou se a sua mensagem será entregue ou não.

Não deixe de testar e nos contar lá no Instagram!

Escrito por:

Isso pode te interessar:

VEJA TAMBÉM:

Anúncios do Facebook

Como ser um anunciante altamente eficaz no Facebook

Anunciar no Facebook não precisa ser complexo! Descubra 7 princípios básicos para facilitar o gerenciamento da sua conta de anúncios

Leandro Ladeira

Leandro Ladeira e o passo a passo do engajamento no Instagram

Descubra com Leandro Ladeira estratégias eficazes para aumentar o engajamento no Instagram e construir conexões autênticas

nova campanha pinterest

Pinterest lança nova campanha que destaca as vantagens dos anúncios em forma de pin

A nova campanha do Pinterest tem a intenção de mostrar de forma humorada as vantagens da plataforma para profissionais de marketing

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.