O WhatsApp planeja se conectar e funcionar junto com outros aplicativos de mensagens

Adequando-se à Lei dos Mercados Digitais da UE, o WhatsApp permitirá que usuários enviem e recebam mensagens de outros serviços de mensagem

O WhatsApp, assim como várias outras plataformas tecnológicas importantes, precisará fazer algumas alterações significativas para se adequar à Lei dos Mercados Digitais (DMA) da União Europeia.

Segundo Dick Brouwer, diretor de engenharia do WhatsApp, em uma entrevista à Wired, uma dessas mudanças envolve tornar o WhatsApp interoperável com outras plataformas de mensagens.

Essa transição para a interoperabilidade começará com mensagens de texto, imagens, mensagens de voz, vídeos e arquivos sendo enviados de uma pessoa para outra. Em essência, essa mudança teoricamente permitiria que os usuários conversem no WhatsApp usando aplicativos de terceiros, como iMessage, Telegram, Google Messages e Signal, e vice-versa.

 

Preocupação com mensagens seguras e criptografadas

No entanto, o sucesso dessa iniciativa depende da adesão de outras empresas, pois ainda existem preocupações sobre como o aplicativo de propriedade da Meta garantirá a segurança e criptografia das mensagens ao incorporar outros serviços.

Segundo informações da Wired, o WhatsApp busca que os serviços de mensagens aos quais se conecta adotem o mesmo protocolo de sinal para criptografar as mensagens.

A Meta também está disposta a aceitar aplicativos que utilizem protocolos de criptografia diferentes, contanto que as empresas possam comprovar que atendem aos padrões de segurança descritos nas diretrizes do WhatsApp.

Além disso, os serviços terceirizados precisarão firmar um contrato com a Meta antes de se conectarem ao WhatsApp, e mais detalhes sobre esse acordo serão divulgados em março.

De acordo com Brower à Wired:

Há uma tensão real entre oferecer uma maneira fácil de oferecer essa interoperabilidade a terceiros e, ao mesmo tempo, preservar a privacidade, a segurança e a barra de integridade do WhatsApp. Acho que estamos muito felizes com o local onde pousamos.

 


Por que esta mudança irá acontecer no WhatsApp?

O WhatsApp está passando por essas mudanças devido ao fato de que a Meta é considerado um “gatekeeper digital” de acordo com a Lei dos Mercados Digitais (DMA). Isso implica que a Meta deve aderir a um conjunto de regras destinadas a fomentar a concorrência entre os diversos serviços digitais.

Apesar de a DMA ter sido oficialmente implementada no ano passado, a União Europeia está concedendo prazo até março de 2024 para que os controladores de acesso, como a Meta, estejam em conformidade.

Ainda não há informações sobre se essas alterações serão aplicadas apenas na UE ou se estarão disponíveis em outras partes do mundo. O WhatsApp planeja revelar mais sobre seus planos no próximo mês e terá “vários meses” para implementar a mudança.

Fonte: The Verge

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.