Com Elon Musk, Twitter pode começar a cobrar para ter selo de verificado

O selo azul será somente para os assinantes do Twitter Blue, versão premium da plataforma.

Elon Musk já chegou gerando reviravoltas no Twitter. O novo proprietário do Twitter está considerando tornar a verificação um recurso do Twitter Blue – assinatura paga da rede social – e, ao mesmo tempo, quadruplicar o custo do serviço.

A nova era Musk do Twitter já chegou com mudanças significativas para a empresa. A diretiva é mudar o Twitter Blue e torná-la uma assinatura mais cara e que também verifica os usuários.

A empresa planeja cobrar US$ 19,99 por mês pela nova assinatura que, hoje, custa US$ 4,99.

Se assim for, os usuários verificados, status que era concedido a pessoas notáveis, terão 90 dias para se inscrever na assinatura premium ou perderão o selo azul.

Musk deixou claro nos meses que antecederam sua aquisição que queria reformular a forma como o Twitter verifica contas e lida com bots. No domingo ele twittou: “todo processo de verificação está sendo reformulado agora”.

Casey Newton , do Platformer, relatou pela primeira vez que o Twitter estava considerando cobrar pela verificação. A empresa não comentou nada até o momento.

 

Nova política do Twitter

As mudanças propostas pelo novo chefe do Twitter pode permitir que qualquer pessoa que preencha os dois critérios de estar ativo na plataforma e confirmar sua identidade possa ser verificada. Isso pode ser útil no combate à desinformação e à falsificação de identidade.

Contudo, o valor de US$ 19,90 não é nada atrativo. Esse preço é o mesmo de uma assinatura premium da Netflix, por exemplo, que oferece muito mais vantagens do que o Twitter Blue.

Outro grande problema é que a assinatura premium do Twitter está disponível em pouquíssimos países, somente Austrália, Canadá, Nova Zelândia e Estados Unidos. Dessa forma, o que acontecerá com os usuários verificados do Brasil, por exemplo?

Ainda não se sabe claramente como será adotada essa nova política.

 


O que é o Twitter Blue?

O Twitter Blue é uma assinatura mensal que oferece acesso exclusivo a recursos premium para que você possa personalizar sua experiência com o Twitter.

Atualmente o Twitter Blue permite que os usuários editem seus tweets, enviem vídeos em 1080p e vejam quais artigos estão sendo mais compartilhados em sua rede. Ele também permite que as contas usem uma NFT como sua foto de perfil. O que parece poucos recursos para o valor que será cobrado.

A proposta de Musk de mudar o sistema de verificação do Twitter bloquearia um recurso anteriormente gratuito por trás do paywall – um movimento que não costuma conquistar os amores dos usuários.

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

marketplace de criadores instagram

Um portfólio digital para criadores: Instagram traz marketplace de criadores para o Brasil

O novo recurso do Instagram que promete ser um portfólio digital para influenciadores chega ao Brasil e a outros sete países

5 métricas de marketing de influência que você precisa conhecer

Ao acompanhar essas métricas, você pode identificar influenciadores para refinar continuamente sua abordagem para obter melhores resultados

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.