Mais uma polêmica? Google enfrenta críticas por vídeo demonstrativo do Gemini ser editado

O Google recebeu críticas devido a um vídeo de demonstração do Gemini que, segundo alegações recentes, não foi realizado em tempo real

Parece que o Google está envolvido de novo com polêmicas sobre os seus produtos.

Dessa vez, o problema está em seu modelo de inteligência artificial (IA) mais avançado que foi recém-lançado, o Gemini. Na verdade com o vídeo de demonstração dele, que está sendo acusado de exagerar as habilidades do modelo de IA.

 

Qual é a polêmica com o Gemini, do Google?

Poucas semanas antes do final do ano, o Google lançou o que considera seu maior e mais capaz modelo de IA Gemini e apresentou um vídeo demonstrativo aos meios de comunicação e ao público.

O vídeo de seis minutos inclui conversas faladas entre o usuário e um chatbot com tecnologia Gemini, e também mostra a capacidade da IA de reconhecer imagens visuais e objetos físicos e saber a diferença.

YouTube video

Algumas das capacidades eram impressionantes, como a capacidade de expressar em voz alta uma descrição dos desenhos de um pato e descrever o desenho de um pato versus um pato de borracha, entre outros exemplos.

A descrição da empresa no YouTube inclui uma linha curta que diz:

Para os fins desta demonstração, a latência foi reduzida e as saídas do Gemini foram encurtadas por questões de brevidade.

No entanto, isso não faz essa isenção de responsabilidade no próprio vídeo.

Após o lançamento, a empresa confirmou posteriormente à Bloomberg que a demonstração não foi realizada em tempo real, mas usou imagens estáticas e mensagens de texto às quais a Gemini respondeu, conforme apontado anteriormente pelo The Information.

O autor observou que isso era “bem diferente” do que o Google parecia sugerir:

Que uma pessoa pudesse ter uma conversa de voz tranquila com Gemini enquanto ele observava e respondia em tempo real ao mundo ao seu redor.

 

E o que disse o Google?

Após vários pedidos de comentários, a empresa disse na sexta-feira à CNBC em um comunicado:

O vídeo é uma representação ilustrativa das possibilidades de interação com o Gemini, com base em prompts e resultados multimodais reais de testes. Estamos ansiosos para ver o que as pessoas criarão quando o acesso ao Gemini Pro for aberto em 13 de dezembro.

Embora as demos sejam frequentemente editadas, as descobertas subsequentes do Gemini trazem à tona um déjà vu para o gigante das buscas.

 


Um lançamento apressado?

O Google enfrentou críticas do público e de Wall Street no início do ano pelo que seus próprios funcionários chamaram de demonstração “apressada e malfeita” de seus chatbot de IA, Bard, que aconteceu na mesma semana em que a Microsoft planejou apresentar sua integração do Bing com ChatGPT.

No início deste mês, o The Information informou que a big tech descartou os planos de uma série de eventos presenciais para lançar o Gemini, eventualmente decidindo por um lançamento virtual.

O Google está em concorrência acirrada com o GPT-4 da OpenAI, apoiado pela Microsoft, que tem sido o modelo mais avançado e bem-sucedido até agora. O Google divulgou esta semana um white paper que afirmava que o modelo mais poderoso do Gemini, “Ultra”, superou o GPT-4 em vários benchmarks, embora de forma incremental. Só nos resta esperar para ver.

Fonte: CNBC

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.