Google apresenta resultados recordes no quarto trimestre, protagonizando o papel da IA

Os ganhos do quarto trimestre da Alphabet mostram um crescimento constante impulsionado pela integração de IA na Pesquisa, YouTube e Cloud

A Alphabet, a empresa-mãe do Google, divulgou seus resultados financeiros referentes ao último trimestre e ao ano completo de 2023.

O CEO do Google, Sundar Pichai, expressou sua satisfação com o desempenho contínuo da empresa, destacando o crescimento nas receitas provenientes da publicidade na Pesquisa Google, nos anúncios do YouTube e na demanda pelos produtos e serviços oferecidos pelo Google Cloud.

Pichai afirmou:

Estamos contentes com a robustez contínua da Pesquisa, juntamente com a crescente contribuição do YouTube e do Cloud. Ambos estão se beneficiando de nossos investimentos e inovações em inteligência artificial. À medida que ingressamos na era do Gemini, acreditamos que o melhor ainda está por vir.

Ruth Porat, CFO da Alphabet, também refletiu sobre a saúde financeira da empresa, afirmando:

Terminamos 2023 com resultados financeiros muito fortes no quarto trimestre, com receitas consolidadas no quarto trimestre de US$ 86 bilhões, um aumento de 13% ano após ano. Continuamos comprometidos com nosso trabalho para reprojetar de forma duradoura nossa base de custos à medida que investimos para apoiar nossas oportunidades de crescimento.

 

Destaques do relatório de ganhos

A Alphabet divulgou receitas de US$ 86,31 bilhões no último trimestre, registrando um aumento de 13% em comparação com o ano anterior.

O lucro operacional do trimestre atingiu US$ 23,7 bilhões, representando um incremento em relação aos US$ 18,16 bilhões do quarto trimestre de 2021.

No decorrer de 2023, as receitas totais da Alphabet atingiram US$ 307,39 bilhões, refletindo um crescimento de 9% em relação ao ano anterior.

O sucesso contínuo nas receitas foi atribuído aos investimentos em tecnologia de inteligência artificial (IA), que impulsionaram a expansão dos serviços e negócios de computação em nuvem da Alphabet.

 


IA: a nova fronteira na pesquisa

Durante o webcast da teleconferência de resultados do quarto trimestre de 2023 da Alphabet, Pichai discutiu o foco estratégico da empresa em alavancar modelos avançados de IA em seus produtos e serviços.

Sundai Pichar, CEO Google

Ele relatou os primeiros resultados da integração de modelos de IA como o Gemini na Pesquisa Google para melhorar a experiência do usuário e o desempenho do anunciante.

Pichai afirmou que os primeiros testes da Search Generative Experience do Google (SGE), que utiliza o modelo Gemini AI, mostraram uma redução de 40% nos tempos de latência de pesquisa para consultas em inglês nos Estados Unidos.

Ele atribuiu essas melhorias à capacidade do Gemini de processar diversas entradas, incluindo texto, imagens, áudio, vídeo e código.

“Gemini nos dá uma ótima base. Já está demonstrando capacidades de última geração e só vai melhorar”, afirmou Pichai durante a teleconferência de resultados.

 

Search Generative Experience do Google

O SGE foi projetado para atender a uma gama mais ampla de necessidades de informação, especialmente para consultas mais complexas que se beneficiam de múltiplas perspectivas.

Ao aplicar IA generativa à pesquisa, somos capazes de atender a uma gama mais ampla de necessidades de informação e responder a novos tipos de perguntas — explicou Pichai, destacando a abordagem centrada no usuário que o Google está adotando.

No entanto, Pichai reconheceu que o SGE apresenta menos links nos resultados de pesquisa, despertando preocupações sobre os impactos nos editores que dependem do tráfego do Google.

Estamos melhorando a satisfação, inclusive para perguntas mais conversacionais. Como mencionei, estamos surgindo mais links com a SGE e conectando-nos a uma gama mais ampla de fontes — disse ele.

 

Crescimento de anúncios impulsionado por IA

Ao lado da publicidade, Pichai citou o impulso para produtos habilitados para IA, como Performance Max, anúncios de pesquisa responsivos e criação automática de ativos de anúncios. Eles aproveitam a IA para otimizar campanhas e criativos.

“Capacidades mais avançadas e generativas baseadas em IA estão chegando”, disse Philipp Schindler, vice-presidente sênior e diretor de negócios.

Schindler destacou uma nova experiência de anúncio conversacional para campanhas de pesquisa usando Gemini. Os primeiros testes descobriram que isso ajuda os anunciantes, especialmente as pequenas e médias empresas, a criar anúncios de maior qualidade com menos esforço.

À medida que o Google aposta na IA, Pichai disse que a empresa continuará investindo em infraestrutura de computação para apoiar o crescimento. Ele espera que as despesas de capital sejam “notavelmente maiores” em 2024.

 

Ascensão orientada por IA do Google Cloud

A divisão de computação em nuvem da Alphabet, Google Cloud, continuou a crescer, com receitas ultrapassando US$ 9 bilhões neste trimestre.

Pichai disse que esse crescimento foi também impulsionado pela integração da IA, atraindo muitos clientes, incluindo mais de 90% das startups de IA avaliadas em mais de US$ 1 bilhão.

O Google Cloud pretende ser líder no fornecimento de serviços habilitados para IA para empresas, oferecendo aos clientes desempenho e benefícios de custo por meio de sua tecnologia de hipercomputador de IA.

 

Por que eu devo me importar?

Os resultados recordes indicam que as marcas estão destinando uma parcela significativa de seus orçamentos publicitários ao Google, consolidando ainda mais sua posição como a plataforma de publicidade preferida.

Esse aumento notável na popularidade sugere que pode haver um cenário de potenciais incrementos nos custos de publicidade no Google, bem como uma intensificação da concorrência nos leilões de anúncios.

Esses desenvolvimentos têm o potencial de impactar diretamente o alcance e a eficácia das campanhas publicitárias, à medida que a demanda e a competição crescem, exigindo estratégias mais sofisticadas para se destacar em um ambiente publicitário mais concorrido.

Fonte: Search Engine Journal

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.