O X atingiu o 1º lugar de mais baixado na App Store, superando o posto do Threads

A entrevista de Tucker Carlson ao presidente Vladimir Putin fez o X, plataforma de Elon Musk, atingir 1º lugar de mais baixados na App Store

O X ganhou o momento de fama tão esperado por Elon Musk e pela CEO da plataforma, Linda Yaccarino.

O apresentador americano Tucker Carlson anunciou no X que entrevistará o presidente russo Vladimir Putin e transmitirá pela plataforma, o que disparou os downloads do X, fazendo o aplicativo atingir o 1º lugar na Apple Store.

Vários meios de comunicação na quarta-feira (7), incluindo a Reuters, e o The New York Times, confirmaram que a entrevista de Carlson já ocorreu, e o Wall Street Journal disse que a entrevista deve ir ao ar hoje (8), citando fontes não identificadas.

O interesse na entrevista Carlson-Putin provavelmente gerou um aumento nos novos downloads do aplicativo X, que se tornou o aplicativo número 1 à meia-noite, de acordo com dados da empresa de inteligência de aplicativos Appfigures. Sua mudança derrubou o rival Instagram Threads, que anteriormente era o aplicativo principal e agora caiu para o segundo lugar.

X em primeiro lugar na App Store
Captura de tela: TechCrunch

 

A relevância política deste marco

Essa será a primeira entrevista dada por Putin a qualquer veículo de comunicação do Ocidente desde o começo da guerra da Ucrânia.

Um porta-voz do Kremlin disse à Reuters que Putin concordou com a entrevista porque a abordagem de Carlson seria diferente da reportagem “unilateral” sobre a Ucrânia feita por muitos meios de comunicação ocidentais.

Em outras palavras, Putin acredita que não só conseguirá um ouvido solidário, mas também a capacidade de atingir um público mais amplo e potencialmente solidário.

De acordo com Carlson, o intuito da entrevista é porque “a maioria dos americanos não tem ideia de por que Putin invadiu a Ucrânia ou quais são seus objetivos agora.”

O apresentador de TV está entre um pequeno grupo de criadores que se instalaram no X. Afinal, a política de Musk mudou nos últimos anos, e sua tendência de postar suas opiniões controversas na plataforma às vezes colocou X em maus lençóis e até ameaçou sua lucratividade futura. No final do ano passado, por exemplo, X enfrentou um êxodo de anunciantes devido a alguns dos comentários anti-semitas do CEO.

 


A relevância para o aplicativo X

Musk está atrás de mudanças para seu aplicativo, torná-lo um aplicativo “de tudo”. Sendo assim, é uma ótima tacada do CEO abrir espaço para um grande apresentador ter espaço por lá, em um grande evento.

Há alguns anos, seria impensável ter um presidente de uma potência — em guerra — dar uma entrevista exclusiva em uma rede social. Afinal, o lugar disso eram programas jornalísticos na TV.

Mas, apesar das inclinações do próprio Musk, nem todo o conteúdo do criador no X reflete seus pontos de vista. O principal YouTuber MrBeast postou um vídeo no X em janeiro, rendendo a ele mais de US$ 250.000, por exemplo.

 

Mas não é só por isso que o X está no topo

O momento do aumento do X no topo da App Store também é notável por outro motivo, além das notícias de Tucker Carlson.

Ontem, o concorrente do X Bluesky abriu suas portas ao público após estar no status apenas para convidados — o novo aplicativo do ex-CEO do Twitter, Jack Dorsey.

Este ano, a Bluesky planeja lançar a federação, o que significa que atuará como uma alternativa descentralizada ao Twitter/X, semelhante ao Mastodon.

Bluesky

Embora o Bluesky tenha conquistado cerca de 800.000 novos usuários ontem, ele não está classificado entre os 100 principais aplicativos gratuitos da App Store dos Estados Unidos no momento.

De acordo com o The Wall Street Journal, a entrevista com Vladimir Putin no X irá ao ar hoje.

Fonte: TechCrunch

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.