Uma nova crise? Big Techs fazem novas rodadas de demissões em 2024

Empresas como Google, Amazon e Apple anunciaram recentemente alguns cortes de funcionários em certas áreas das empresas

E lá vamos nós, iniciar 2024 com um gostinho do início de 2023, e não no sentido bom.

As empresas de tecnologia iniciaram o ano fazendo alguns cortes. De acordo com a CNBC, quase 50 empresas de tecnologia dos Estados Unidos mandaram cerca de 7.500 colaboradores embora.

Dentre elas, estão grandes empresas como o Google, que anunciou outra rodada de demissões atingindo equipes de engenharia e hardware; A Amazon, que demitiu funcionários em seus negócios Twitch, Prime Video e MGM Studios; e a Apple, que encerrou a sua equipe de inteligência artificial (IA) de San Diego.

 

Demissões do Google

De acordo com informações do The Verge, o Google eliminou “algumas centenas” de funções em cada uma das divisões de engenharia e hardware, o que significa que o Google confirmou demissões de cerca de mil funcionários.

A empresa afirmou que:

Várias de nossas equipes fizeram mudanças para se tornarem mais eficientes e trabalharem melhor e que algumas equipes continuam a fazer esses tipos de mudanças organizacionais, que incluem algumas eliminações de funções em todo o mundo.

A empresa-mãe do Google, Alphabet, empregava 182.381 funcionários em 30 de setembro de 2023, portanto, cerca de mil cortes de empregos representariam apenas cerca de meio por cento do total da empresa.

 


Demissões da Amazon

A Amazon também anunciou que irá demitir centenas de funcionários em suas operações de streaming e estúdio. Além disso, a empresa de streaming ao vivo Twitch, subsidiária da gigante do comércio eletrônico, divulgou que demitiria cerca de 35% de sua força de trabalho, ou 500 funcionários.

De acordo com Mike Hopkins, vice-presidente sênior da Prime Video e Amazon MGM Studios:

Identificamos oportunidades para reduzir ou descontinuar investimentos em certas áreas enquanto aumentamos nosso investimento e nos concentramos em iniciativas de conteúdo e produtos que proporcionam maior impacto.

O presidente-executivo da Twitch, Dan Clancy, disse em um blog que sua empresa cresceu demais devido ao otimismo de que o negócio se expandiria mais rapidamente:

Ainda temos trabalho a fazer para redimensionar nossa empresa. Já há algum tempo, a organização tem sido dimensionada com base em onde esperamos que o nosso negócio esteja daqui a três ou mais anos, e não onde estamos hoje.

 

Demissões da Apple

Já a Apple, está fechando uma equipe de 121 pessoas relacionadas a operações de inteligência artificial em San Diego.

De acordo com o Bloomberg, o grupo, conhecido como Data Operations Annotations, funcionará agora em Austin, para se fundir com a parte texana da mesma equipe. Sendo assim, as pessoas só serão demitidas caso não queiram se mudar — e terão que tomar essa decisão até o final de fevereiro.

Uma porta-voz da Apple confirmou a decisão de realocação, dizendo que a empresa está reunindo suas “equipes de anotações de operações de dados nos EUA em nosso campus em Austin, onde a maioria da equipe já está baseada”. Ela acrescentou que “todos os empregados atualmente terão a oportunidade de continuar suas funções na Apple em Austin”.

 

O que essas demissões têm a ver com as do início de 2023?

Cerca de 584 empresas de tecnologia demitiram pessoas no primeiro trimestre de 2023. Empresas como Google, Meta, Microsoft, Amazon, Salesforce e até mesmo algumas grandes empresas brasileiras como a Hotmart.

No entanto, as demissões ocorridas no passado foram uma espécie de ajuste ao crescimento acelerado durante a pandemia, principalmente devido às baixas taxas de juros da época — era um tipo de “crise”.

Agora, as as demissões parecem ser mais específicas e cautelosas, mais como uma revisão minuciosa do foco da empresa, o que resulta no encerramento de algumas áreas ou projetos.

Aparentemente, é simplesmente uma questão de “arrumar a casa” nesse período.

Com informações de CNBC, The Guardian, Bloomberg, The Verge

Quer saber de tudo, antes de todos?

Receba as principais notícias e atualizações sobre redes sociais, ads e marketing digital resumidas no seu e-mail!

Isso pode te interessar:

OPINE:

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

Gemini geração de imagem

Google suspende geração de imagens por IA após erros históricos e raciais

O Gemini, ferramenta de IA do Google, gerou imagens dos nazistas e dos fundadores dos EUA como pessoas negras, gerando debate sobre racismo

Threads da Meta e Facebook

Ainda tentando! Meta está testando postagens cruzadas do Facebook para Threads

Segundo a Meta, o recurso ainda está em teste para usuários do iOS e pretende facilitar o cruzamento de postagens entre Facebook e Threads

Gemini no Performance Max do Google

Google está adicionando Gemini às campanhas Performance Max

Google anunciou está adicionando seu modelo de linguagem IA Gemini às campanhas Performance Max, para ajudar a criar campanhas mais eficazes

Aqui você encontra as principais notícias sobre Marketing Digital e atualizações sobre o mundo das Redes Sociais, Ads, Infoprodutos, Vendas Online.